Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Rui Costa Pimenta

Rui Costa Pimenta

Mais uma vez, o pseudo jornalismo golpista da Folha de S. Paulo

Boulos é apenas um instrumentista, quem rege a orquestra é o grande capital, que quer Boulos e o PSOL, uma esquerda inócua, substituindo o PT e toda a esquerda nacionalista

screenshot 2022 01 25 13.52.16

“Ah! Quantos homens de juízo não andarão por aí declarados doidos somente para que os golpes certeiros de suas palavras terríveis percam a força, com que devem ferir e despedaçar a imoralidade, os vícios ignóbeis e até os crimes de grandes figurões?

Joaquim Manuel de Macedo

O candidato ao governo de SP do PSOL, Guilherme Boulos, numa entrevista ao portal UOL, portal ligado à Folha de S. Paulo, lançou mão de já gastas calúnias contra o nosso Partido. Ao ser questionado, numa pergunta terrivelmente mal combinada entre Boulos e o entrevistador, sobre as nossas denúncias no caso Boulos-IREE, o candidato limitou-se a dizer que somos uma “seita de malucos” e disse que o fato de dar aula num instituto ao lado de figuras com Raul Jungmann, Sérgio Etchegoyen e outros tantos fascistas é algo normal. Os “jornalistas” naturalmente, nada mais perguntaram, uma vez que se tratava apenas de fazer a pergunta para Boulos espinafrar o PCO, sem explicar nada. Também não se preocuparam, como bons politiqueiros fazendo às vezes de jornalistas, em pedir a versão do PCO sobre o tema. Apenas publicaram o vídeo com o título “PCO é uma seita e fala muitos disparates”.

A tática de desqualificar o denunciante é a única que Boulos encontrou para lidar com as acusações, uma vez que sequer pode negar o que denunciamos. Agora vemos que a Folha de S. Paulo estende uma mão amiga para o candidato do PSOL atacar o PCO. Não é de estranhar, a Folha esteve em todo o período anterior do golpe de 2016 atacando o governo de Dilma, insuflando o golpe, dando voz para as alas direita e esquerda do golpismo, mais notadamente, o próprio Guilherme Boulos.

Os leitores podem ter se esquecido, mas Boulos foi colunista no momento que antecedeu o golpe, depois foi colunista no período anterior à fraude eleitoral de 2018,  e voltou a ser colunista logo antes das eleições de 2020.

Está bem claro que na orquestra da direita golpista,  o PSOL é um instrumento importante e a Folha de S. Paulo foi colocada no papel de reger esta esquerda.

A entrada em jogo de um órgão da grande imprensa golpista, na realidade, só coloca em evidência a importância da denúncia que fizemos

O papel de Boulos antes e durante o governo de Dilma Rousseff foi de um claro alinhamento com o golpe de Estado. Ele busca ridicularizar o nosso partido, dizendo que o responsabilizamos pessoalmente pelo desastre do 7 a 1 e outras coisas que são apenas uma falsificação do que dissemos. Nossas acusações políticas são muito sérias.

O imperialismo norte-americano e a direita brasileira decidiram que nada poderia dar certo naquela Copa. Uma frase nesse sentido, com exatamente este significado, foi dita pelo cientista Miguel Nicolelis, que emendou atacando diretamente o movimento “Não vai ter Copa”, cujo porta-voz era o mesmo Boulos, dizendo que tentaram inclusive “melar” a cerimônia de abertura.  Os pretensos protestos populares de Boulos, as acusações de corrupção contra o PT nas obras dos estádios, o show de selvageria contra Dilma na abertura dos jogos e, sim, o fracasso retumbante da seleção estão ligados, como não estariam?

Boulos não é responsável pelo golpe de 2016,  bem como não é responsável pela catástrofe da Copa de 2014. Não é responsável pois era apenas um dos instrumentistas de uma grande orquestra. Quem regeu essa orquestra foi o grande capital, que quer Boulos e o PSOL, uma esquerda inócua e subserviente ao imperialismo, substituindo o PT e toda a esquerda nacionalista brasileira.

Neste momento, Boulos e o PSOL buscam com todas as suas energias encontrar um bom motivo para não apoiar a candidatura do ex-presidente Lula. Se encontrarem, irão ajudar a dividir o voto de Lula nas eleições, como já fizeram nas últimas quatro eleições.

Em São Paulo, vemos Boulos insistir numa ação divisionista e sem esperanças ao tirar de Haddad 10% dos votos, o que é uma atitude incompreensível para quem é defensor da política do “mal menor”. A candidatura de Boulos foi gestada nos escritórios de Walfrido Warde, presidente do IREE, tendo Boulos inclusive convidado um sócio de Warde, o advogado Silvio Almeida, para ser o vice.

O nível da perfídia é tamanho que, enquanto dizem que vão apoiar Lula, fazem o impossível para arruinar seu palanque em S. Paulo. Enquanto Boulos diz que Alckmin é uma coisa difícil de engolir, ele está empregado num instituto que tem Sérgio Etchegoyen na diretoria, um general do Exército que faz Alckmin parecer um dirigente bolchevique. O PSOL estaria, também, tentando formar uma federação partidária, uma fusão temporária, com a Rede Sustentabilidade, partido de Marina Silva.

Marina Silva foi apoiada pelo capital internacional em 2014 e tirou de Dilma , no 1º turno,  21,32% dos votos. Logo em seguida apoiou Aécio Neves, num verdadeiro estelionato eleitoral. A própria Marina continua ferozmente oposta à candidatura de Lula.

O candidato do PSOL se recusa a explicar a sua relação com o Instituto IREE, se recusa a explicar a relação do IREE com o think-thank imperialista e golpista, Global Americans, financiado pelo NED, criado para fazer o papel da CIA norte-americana no financiamento de elementos e organizações golpistas pelo mundo todo. Também não dá nenhuma satisfação sobre a sabotagem em São Paulo, bem como o noivado escândaloso do PSOL com a Rede. Não explica nada. Não explica porque não há explicação. É tudo tão ruim quanto parece.A denúncia feita pelo nosso partido e o Diário Causa Operária (DCO) abriu uma ferida na tentativa de atacar o PT pela esquerda. Agora, até a Folha de S. Paulo está sendo escalada para defender Boulos em meio a uma enxurrada de críticas, não só do PCO, mas de toda a esquerda pela atitude claramente maliciosa de Boulos e o PSOL.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.