Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Santa Catarina

Leandro Brugnago: jornada de 35 horas e defesa das estatais

Confira a entrevista realizada pelo DCO com Leandro Brugnano, candidato ao governo de Santa Catarina.


Assim como diversas das candidaturas do PCO, a candidatura ao governo de Santa Catarina traz um jovem. Com 31 anos de idade, o operário marceneiro Leandro Brugnago foi escolhido em plenária para divulgar o programa político do Partido no estado do Sul do país.

Atuante nas principais lutas dos últimos anos, como a luta contra o golpe de 2016 e pela liberdade de Lula, começou sua vida política como muitos militantes da esquerda, no movimento estudantil. Leandro leva adiante a campanha eleitoral do PCO, por um governo dos trabalhadores da cidade e do campo. O Diário Causa Operária realizou uma entrevista com ele para acompanhar o desenvolvimento da atuação de Leandro na campanha eleitoral.

Confira a entrevista na íntegra:

Diário Causa Operária: Como é para um trabalhador estar frente a frente com jornalistas da grande imprensa e com políticos profissionais em um debate, falando para milhões de pessoas?

Leandro Brugnago: Bom, a proposta do Partido é exatamente essa mesmo. Estar confrontando essas velhas raposas da burguesia, da política. E estar confrontando ela levando um programa operário. As principais dificuldades mesmo são a falta de manuseio que a gente tem com essas ferramentas, ficar atrás das câmeras e tal. Mas isso aí é superado aí pela convicção política e pela vontade do pessoal do partido também de estar levando o programa do Partido adiante.

Diário Causa Operária: Em um debate recente, você destacou que é o único candidato que recebe um salário mínimo, enquanto os outros são ricos. Isso mostra que as eleições são feitas pela burguesia para que seus candidatos vençam?

Leandro Brugnago: A eleição brasileira, como na maioria do mundo, ela é feita pros representantes da burguesia vencerem. Eles fazem aquela velha demagogia, tapinha nas costas, sai pra comer pastel. Tem aquela cara de povão, mas na verdade são ricos, milionários, que estão ali para representar outros ricos e milionários. Isso aí em Santa Catarina ainda fica muito mais escancarado.

Diário Causa Operária: Qual a situação econômica e social do estado neste momento?

Leandro Brugnago: A grande mídia de Santa Catarina coloca Santa Catarina como se fosse um mar de rosas, como se tivesse tudo tranquilo. Aqui nada acontece, aqui tem emprego, aqui tem saúde, aqui tem renda. O que é uma grande mentira né, Santa Catarina tá um caos, assim como o resto do Brasil. A saúde tá paralisada. Colocam o estado como gerando empregos, o que é uma grande mentira, porque eles manipulam essas estatísticas principalmente em época de eleição pra dizer que estão criando empregos. Mas na verdade estão criando subempregos. Tem muita gente passando fome e tem muita gente com necessidade no estado. Mas perante a mídia está tudo bem, é uma lindeza, Santa Catarina é um estado lindo. O que é uma grande palhaçada.

Diário Causa Operária: Como tem sido a campanha eleitoral do PCO em Santa Catarina, vocês têm conseguido conversar com a população?

Leandro Brugnago: A campanha do PCO em Santa Catarina realmente é uma campanha operária. Ela é feita do trabalhador para o trabalhador, por isso que ela difere muito das outras campanhas que tem, por isso que ela tem tomado tanto destaque. A gente tá na periferia, nos grandes centros, dialogando com a população, levando nosso programa. Levando a candidatura do Lula, mas sem deixar o nosso programa de lado, levando também as reivindicações e o programa do Partido, que é um programa muito completo.

Diário Causa Operária: Quais propostas do PCO são mais populares entre as pessoas com quem você conversou?

Leandro Brugnago: Sem dúvida, a principal proposta do PCO, do nosso programa, que tomou adesão da população, da classe trabalhadora, é a redução da jornada de trabalho para 35 horas semanais. Tem tomado adesão, o povo tá na rua com a gente exigindo isso aí, tem no nosso material, sempre tem destaque nas rodas de conversa, nas empresas, nos sindicatos. Enfim, essa com certeza é a proposta do PCO que mais está tendo adesão da população. Mas dá pra destacar também a defesa do PCO das empresas estatais. Essa parte também do nosso programa, de reestatização das empresas que foram privatizadas, também toma bastante destaque entre os trabalhadores. Porque os trabalhadores estão entendendo que na verdade o descaso do Estado do jeito que está se deve muito à falta de empresas nacionais ou as empresas que foram tomadas da gente. Seriam essas as duas principais propostas nossas que têm adesão da população.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.