Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Guerra

Embaixador russo: EUA continuam alimentando conflito na Ucrânia

Anatoly Antonov criticou o novo pacote de apoio militar de 1 bilhão de dólares dos EUA para a Ucrânia


─ Sputnik News ─ O embaixador da Rússia nos Estados Unidos, Anatoly Antonov, criticou o novo pacote de apoio militar de US$ 1 bilhão (R$ 5,11 bilhões) anunciado por Washington para a Ucrânia na segunda-feira (8).

Em comunicado difundido pelo Telegram, Antonov afirma que os norte-americanos estão estimulando o conflito com o pacote anunciado pelo Departamento de Defesa dos EUA.

“Washington continua ‘jogando combustível no incêndio’ do conflito ucraniano. A alocação de mais 1 bilhão de dólares para esses fins confirma que os Estados Unidos não pretendem ouvir a razão e não vão contribuir para uma solução pacífica da crise.”

O pacote inclui mais munição de Sistemas de Foguetes de Artilharia de Alta Mobilidade (Himars, na sigla em inglês), 75 mil cartuchos de munição de artilharia de 155 mm, 20 sistemas de morteiros de 120 mm, 20 mil cartuchos de munição de morteiro de 120 mm e munições de National Advanced Surface to Air Missile System (NASAMS).

Os países ocidentais seguem inundando a Ucrânia com armas diante da operação especial russa. Moscou tem repetidamente declarado que o fornecimento de armas apenas faz com que o conflito se prolongue, enquanto os meios de transporte que carregam armas se tornam um alvo legítimo para a Força Aeroespacial da Rússia.

O embaixador disse em nota que os EUA estão cada vez mais envolvidos no conflito, o que os colocam em uma “linha perigosa” de confronto com a Rússia.

“Tal abordagem não fará nada de bom para a paz e a segurança. Isso apenas prolongará a agonia do regime ucraniano. […] O fornecimento desenfreado de armas à Ucrânia está causando cada vez mais preocupação nos próprios Estados Unidos”.

Antonov condenou ainda o ataque de Kiev à usina nuclear de Zaporozhie, que coloca em risco toda a Europa.

“Os militantes de Zelensky realizam ataques mortais em áreas residenciais das cidades de Donbass diariamente. E agora eles também estão expondo toda a Europa a um perigo extremo ao atacar a central nuclear de Zaporozhie. Esperamos que esses fatos abram os olhos dos cidadãos dos EUA o mais rápido possível e eles entendam a quem exatamente seu país apoia”, disse o embaixador.

O Ministério das Relações Exteriores russo divulgou um comunicado na segunda-feira (8) alertando para os riscos em Zaporozhie.

“Há muito que a parte russa, através de várias linhas e em diversos níveis, tem apelado para a comunidade internacional condenar de forma decisiva os ataques militares sem fim que o regime de Kiev tem efetuado contra a usina nuclear de Zaporozhie de maneira violenta […] Eles [Kiev] escolheram como seu alvo não só os povos da Rússia e da Ucrânia. De fato, eles mantêm como reféns toda a Europa, e parece que não estão contra ‘incendiá-la’ em benefício de seus ídolos nazistas.”

Fragmentos e um motor de foguete caíram a 400 metros ou menos de uma unidade geradora em funcionamento. Ao se aproximar das unidades geradoras, o foguete conseguiu se abrir e liberar submunições de fragmentação.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.