Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Comícios populares

Em Minas, Lula mobiliza o povo contra fraude de Bolsonaro/Zema

Petista decidiu reagir da maneira correta ao ver que bolsonaristas tentam comprar prefeitos para que utilizem sua máquina pública em favor de Bolsonaro


Tendo em vista o apoio do recém reeleito governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), e a organização de uma ampla campanha de compra de votos sendo realizada pelo governador e por Jair Bolsonaro, Lula decidiu de maneira acertada agir e voltar ao estado mineiro com a iniciativa de realizar duas novas atividades de mobilização dos trabalhadores.

A fim de defender a vantagem obtida ainda no primeiro turno, quando o candidato petista terminou com 48,29% dos votos válidos, contra 43,6% de Jair Bolsonaro, Lula tomou uma decisão correta contra a fraude de BolsoZema. Enquanto a extrema-direita organiza, da maneira própria da burguesia, uma grande compra de todos os prefeitos de Minas Gerais, realizando uma série de atividades com Bolsonaro e seu apoiadores em diversas cidades do Estado, Lula decidiu ir por outro caminho e apostar na mobilização popular.

O fato de que Zema vem comprando os prefeitos para garantir apoio a Bolsonaro foi até mesmo noticiado por jornais da imprensa burguesa, como o Estado de S. Paulo, o que revela a grande articulação política que tem como objetivo virar os votos do candidato do PT em um dos maiores, e mais decisivos, colégios eleitorais do Brasil. A ação de Lula, nesse sentido, foi no completo oposto da campanha golpista. No lugar de adotar uma política que vinha sendo vista como norma no primeiro turno, onde Lula buscava conversar com prefeitos e governadores em busca de votos, Lula agora decidiu que a mobilização deve ser popular.

Isto é fundamental, pois a esquerda, diferentemente da direita, não é capaz de comprar nem mesmo convencer os prefeitos ligados ao regime golpista para apoiar o candidato dos trabalhadores. No lugar das reuniões com a direita, é necessário mobilizar o povo, e por isso, Lula acerta em sua decisão. As duas manifestações que ocorrerão nesta sexta-feira (21) em Teófilo Otoni e Juiz de Fora, são importantes para um aprofundamento da mobilização popular em torno da candidatura de Lula.

A campanha do ex-presidente necessita dar uma guinada total em direção aos trabalhadores. Neste momento, a campanha de Lula encontra-se em uma divisão interna. Por um lado, Lula toma as ruas cada vez mais, mobilizando a militância nas principais cidades do País. Contudo, por outro lado, o que a campanha realizada nas redes sociais expressa, muitas vezes, nos próprios debates, é uma campanha confusa, que chegou a adotar até mesmo um tom à direita, como no caso das acusações de pedofilia, maçonaria e canibalismo feitas contra Jair Bolsonaro, valendo da mesma maneira para o debate religioso que tomou conta de sua campanha.

Nesse sentido, é preciso dar foco ao problema central e decisivo para a eleição de Lula: a mobilização dos trabalhadores. O que Lula pretende fazer em Minas Gerais é fundamental, mas precisa ser seguido em todo País pela militância de esquerda e pela campanha petista. É preciso aproveitar as manifestações com Lula para mobilizar os trabalhadores nas cidades, nos locais de trabalho e nos bairros populares. Na mesma direção, é fundamental que haja uma campanha séria em torno da defesa dos direitos dos trabalhadores, da revogação das reformas, do aumento do salário mínimo etc., políticas que são importantes para mobilizar o povo na defesa de um programa próprio, de esquerda e para os trabalhadores.

Com isso, as recentes manifestações populares de Lula, sem cercado, em contato direto com o povo nas comunidades junto aos trabalhadores vem sendo um grande acerto. Para derrotar Zema e contra-atacar Bolsonaro em Minas Gerais, como em todo Brasil, é necessário tomas às ruas. No lugar das negociações, de ceder ainda mais espaço para direita golpista, indo em direção ao centro, como exige a imprensa burguesa e imperialista, em tom de chantagem à Lula, é preciso mobilizar os trabalhadores.

É com os trabalhadores que Lula irá conquistar sua vitória eleitoral contra Bolsonaro, e também é junto aos trabalhadores mobilizados que Lula poderá garantir os direitos e as conquistas do povo caso eleito. Mobilizar agora é de extrema importância tanto para a eleição de imediato como para todo próximo período, no qual, caso eleito, Lula precisará governar contra um congresso dominado pelos golpistas, pela extrema-direita, que se negará a qualquer aliança com o petista.

Lula é o candidato dos trabalhadores, e sua campanha deve fazer jus a isso, mobilizando o povo para derrotar o regime golpista e garantir sua eleição.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.