Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Futebol e política

“Contra tudo e contra todos, o hexa é nosso!”

Juliano Lopes e Henrique Áreas analisam a Copa do Mundo na COTV


Em época de Copa do Mundo, futebol é um assunto ainda mais popular do que já é normalmente. O programa Na Zona do Agrião, transmitido todo domingo às 20:30, analisou, em sua última edição, a campanha negativa da imprensa acerca da seleção, sendo um ataque não só aos jogadores mas também ao povo brasileiro.

Como disse Juliano Lopes, “é impressionante como a imprensa nacional consegue bajular esses gringos”. Se olharmos nessa Copa do Mundo, a imprensa burguesa não fala do fracasso alemão, da dita geração belga ou dos europeus que foram dizimados pela Coréia, pelo Japão e principalmente pelo Marrocos. Analistas esportivos tentam explicar o vexame das potências imperialistas por meio de malabarismos argumentativos.

Os companheiros apresentadores da Zona do Agrião, Juliano, Henrique, Laísa e Juca, estão assistindo a todos os jogos do Brasil, sem exceção, no Centro Cultural Benjamin Péret, no Centro da cidade de São Paulo, com os demais militantes do Partido da Causa Operária e simpatizantes que torcem pelo hexa brasileiro.

Como analisa Henrique Áreas, as seleções europeias como França e Inglaterra, enaltecidas pela imprensa como super-potências, estão com um futebol arrumado, mas não possuem a consistência brasileira. A França está apresentando um bom jogo, mas sem aquela defesa fechada, como a nossa, ao mesmo tempo que apresentamos um ataque igualmente forte.

Ao decorrer do programa, discute-se a propaganda negativa de “especialistas” brasileiros, como o Casagrande, e o forte esquema brasileiro, que não toma gols ao mesmo tempo que possui uma robusta linha de frente. Na visão do Henrique, entretanto, essa pode ser a única crítica a se fazer para a seleção: deveríamos ir ainda mais para cima, sem medo de fazer gols!

Como nem tudo são flores, porém, os companheiros abordaram a questão da saúde do Pelé, citando os abutres carniceiros que fizeram campanhas contra o Pelé mesmo na situação delicada em que ele se encontra, como o DCM – que criticou a postura do ídolo nacional e mundial com sua filha, quando essa se encontrava em uma situação difícil. A jornalista que escreveu a matéria do DCM, portanto, ignorou a importância do Rei do Futebol para o povo negro, para os trabalhadores do Brasil e os operários de todos os países atrasados!

Na Zona do Agrião, o programa especializado em futebol, é transmitido ao vivo semanalmente na Causa Operária TV, no canal do YouTube, e os companheiros estão mais do que convidados para assistirem à última edição e estarem juntos nos próximos programas: https://www.youtube.com/watch?v=K3DuDIw8N9Y

A Copa do Mundo é o momento em que os países atrasados conseguem derrotar, em campo, as potências imperialistas que lhes colocam grilhões.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.