Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Réveillon Vermelho

Como Karl Marx comemorou o Réveillon de 1847 para 1848

Festejar o réveillon é uma tradição de luta.


Devido à perseguição política sofrida sob os governos reacionários da Alemanha fracionada da época, Marx se refugiou primeiramente na França, em Paris, e depois, após um pedido do governo prussiano para a sua expulsão do território francês, em Bruxelas, na Bélgica. Foi ali que Marx passou a frequentar o “De Swaene”, muitos anos depois transformado em “La Maison du Cygne” que tem como principal atrativo turístico justamente o fato de o grande descobridor da ciência por trás da libertação da classe operária ter ali organizado, por exemplo, diversos encontros da Liga Comunista, que viria a escrever o Manifesto Comunista. Marx passaria neste restaurante o réveillon de 1847 para 1848, o último enquanto viveu na Bélgica, em meio aos membros da Deutscher Arbeiterverein, associação dos trabalhadores alemães, e da Association Démocratique, instrumentos de luta do nascente movimento operário organizado no continente europeu.

É interessante que se daria justamente no ano de 1848 o primeiro embate real entre a burguesia e o proletariado, até então totalmente subordinado ao movimento democrático pequeno-burguês. Ainda que as revoluções de 1848 tenham sido derrotadas, em grande parte devido às traições da burguesia que preferia se juntar às já putrefatas classes sociais do velho regime a ver seu sagrado direito à propriedade ameaçado pelo proletariado, não há outra maneira de ver este ano como aquele que mostrou pela primeira vez que o “andar para a frente” só poderia ser levado adiante pela luta da classe operária.

Festejar o final de um ano de lutas e se preparar para um novo ano de ainda maiores lutas sempre foi uma tradição do movimento operário. Recuperar as energias e o moral, sem os quais não é possível levar adiante a dura batalha contra a burguesia golpista e o movimento de direita que ameaça a possibilidade de um governo mais esquerdista do companheiro Lula, é justamente para isso que o PCO organiza o Réveillon Vermelho. Venham festejar conosco no buffet Mediterrâneo e participe com o único partido revolucionário neste país, assim como os companheiros de luta participaram com Marx no De Swaene.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.