Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Crime eleitoral

Cadê os defensores dos índios para evitar a compra de votos?

Na região do Xingu, no Mato Grosso, aldeias indígenas são assediadas por jagunços, políticos e latifundiários para apoiar Bolsonaro


Nesta semana, a portal-voz da própria burguesia compradora de votos e golpista, o jonral Folha de S. Paulo, publicou uma reportagem na qual índios do Xingu denunciam compra de votos na aldeia  em favor da reeleição de Jair Bolsonaro(PL). O fato, que teria ocorrrido em setembro, fora denunciado pelos indios da etnia Yudjá/Juruna, da região Xingu, no Mato Grosso. O crime eleitoral fora registrado em boletim de ocorrêencia em Marcelândia(MT).

A reportagem do jornal  conversou com índios que registraram esse crime na manhã do dia 16 de setembro. Um cidadão chamado Lincoln Nadal visitou em comitiva várias aldeias de barco com o objetivo de falar de política. Nadal é secretário de Agricultura e Meio ambiente de Marcelândia. Na abordagem aos índios, Lincoln Nadal distribuiu santinhos e convidou uma das lideranças indígenas para ser cabo eleitoral dos candidatos Bolsonaro, para presidente, Mauro Mendes(União Brasil) para governador, Wellington Fagundes(PL) para senador, Fabio Garcia(UB) para deputado federal e Silvanbo Amaral(MDB) para deputado estadual. Com a recusa do líder indígena, Nadal lhe ofereceu R$1.500,00 em notas de cem reais. Segundo depoimentos, “se os candidatos ganhassem, iria dar outra parte do dinheiro, não especificando o valor”. Após esse assédio, o secretário partiu para outras aldeias.

Esse fato denunciado por um jornal golpista, que apoiou e pariu a serpente do fascismo que é a extrema-direita bolsonarista no país, expõe mais uma vez como essa eleição está chegando ao extremo de ilegalidades, violências e crimes eleitorias. Nas cidades, grandes empresários coagem, fazem prpaganda ilegal e compram descarada e impunemente votos em favor de Bolsonaro e até agora não vimos sequer uma punição monetária para evitar essa baixaria promovida pela burguesia, que, diga-se de passagem, é corriqueira em praticar crimes eleitorais e manipular as eleições.

Nesse momento os índios precisam de suporte contra esses seguidos ataques dos capitalistas, latifundiários, jagunços e membros do governo. Por onde andam agora os que se dizem defensores dos índios? Por que sumiram? Cadê as ONGs? Cadê os partidos pequeno-burgueses defensores dos índios? Não querem agora comprar birga com os verdadeiros inimigos da população. Querem é ficar em cima do muro sem se comprometer, pois muitos têm ligações espúrias e amigáveis com esses setores da burguesia.

Sem protetores, nesse momento claro de luta de classes numa das eleições mais disputadas do país, é preciso que os índios e todas as demais categorias exploradas do regime capitalista se organizem, criem seus comitês de auto-defesa e se unam à classe operária para lutar nas ruas e pôr fim no governo Bolsonaro, além de assegurar a vitória e posse do ex-presidente Lula, peça-chave fundamental para começar a criação de um governo dos trabalhadores, derrotando o Golpe de Estado instalado em 2016 e acabando com a política de massacre e abandono dos índios.  Ao contrário da política destrambelhada, preconceituosa, anacrônica e ineficiente de destruir estátuas de supostos inimigos dos povos explorados que viveram há  séculos, a saída para a vitória de todos os oprimidos da sociedade brasileira é a mobilização radical nas ruas.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.