Por quê estou vendo anúncios no DCO?

COP27

Aumento de mortes por doença é culpa do capitalismo, não do clima

A Organização Mundial de Saúde afirmou que o número de mortes no mundo pode aumentar em 250 mil por ano por conta de mudanças climáticas.


Logo após a conclusão do processo eleitoral no Brasil, já acontece um evento da burguesia imperialista que coloca o País no centro dos acontecimentos. Deixando o derrotado Bolsonaro de escanteio, os organizadores convidaram Lula para a 27ª edição da Conferência das Partes (COP 27), evento que surgiu logo após a ECO 92 no Rio de Janeiro.

O mote da COP há algum tempo são as mudanças climáticas, o aquecimento global. Um fenômeno associado à intensa industrialização, algo que só ocorre de fato nos países imperialistas, mas cuja conta é sempre cobrada dos países atrasados. No caso do Brasil, o olho gordo do imperialismo tem como alvo o controle da Amazônia.

Nesse sentido, o espantalho de Bolsonaro e a infiltração de figuras ligadas ao imperialismo na campanha de Lula, como Marina Silva, podem ajudar o imperialismo a atrapalhar qualquer esforço do governo Lula no sentido de desenvolver economicamente o Norte e o Nordeste do Brasil. Por contar com a maior parte do maior remanescente de floresta tropical do mundo, o país teria que compensar a destruição ambiental promovida pelos países capitalistas desenvolvidos.

Numa abordagem acentuadamente cínica, os especialistas da ONU colocam doenças, fome e mortes na conta de fenômenos naturais, sem apresentar qualquer viés crítico à política de terra arrasada do neoliberalismo, política imposta pelos mesmos países que controlam a COP para todo o planeta. Eles afirma que o número de mortes por ano entre 2030 e 2050 pode aumentar em 250 mil por conta de mudanças climáticas. Na conta das mortes pelo aquecimento global entram, por exemplo, surtos de malária e diarreia, doenças evitáveis com saneamento básico e atendimento médico. Mas a política neoliberal vai no sentido oposto, desmontando os serviços oferecidos pelo Estado.

Enquanto procuram demonstrar equações sobre fenômenos naturais complicadíssimos, deixam de fora os principais emissores de gases que provocam o efeito estufa e fingem não saber que a devastação ecológica nos países atrasados é operada pelos capitalistas dos países centrais da economia mundial. A falta de desenvolvimento econômico nos países atrasada, uma política imposta pelo imperialismo, prejudica inclusive a capacidade desses países de preservar seus biomas.

Para além de servir como instrumento para pressionar os países atrasados a permanecerem atrasados, a COP não passa de um evento demagógico da burguesia imperialista. Nada de fundamental para a sobrevivência da humanidade tem como sair dessa conferência. O aumento de mortes por doença é culpa do capitalismo e não do clima.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.