Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Aproximações sucessivas

A Rússia está em guerra contra os EUA, e não a contra a Ucrânia

Lavrov expõe que o imperialismo americano é o principal interessado em manter a Ucrânia na guerra contra a Rússia


Os Estados Unidos, em matéria do The Washington Post de novembro (16), declaram a intenção de expandir o treinamento de militares da Ucrânia para a luta contra as tropas russas. O projeto está sendo planejado há alguns meses e envolve o investimento de bilhões de dólares em armamentos e outros tipos de participação americana.

O treinamento visa o engajamento de milhares de soldados ucranianos na Alemanha, em Grafenwoehr. Local usado pelo imperialismo há anos para treinamento de ucranianos. Austin declarou que a intenção é modernizar o combate tático por parte das tropas ucranianas que hoje usam principalmente o combate massivo com vários disparos.

Putin sempre se mostrou consciente da atuação do governo americano em usar o governo da Ucrânia para  seus objetivos de atingir e provocar a Rússia, o que resultou na operação especial russa de desnazificação da Ucrânia e proteger os cidadãos russos que vivem na região do Donbass e outras regiões que têm sido alvo dos batalhões nazistas ucranianos. 

Nesta quinta-feira (1º) Lavrov afirmou: “Vocês estão participando diretamente, não apenas com fornecimento de armas, mas também treinando pessoal. (…) Vocês estão treinando militares ucranianos dentro de seu próprio território, nos territórios britânico, alemão, italiano e de outros países”.

No momento em que naturalmente os conflitos iriam diminuir por causa do período de frio na Europa e o moral baixo das tropas ucranianas, o imperialismo americano declarou que vai especializar as tropas ucranianas em táticas de guerra, treinando milhares de soldados em território europeu do mesmo jeito que fazem com seus soldados. O imperialismo diz não participar e que só se preocupa com a defesa de uma democracia, coisa que não corresponde ao governo ucraniano que chegou ao poder por meio de um golpe financiado e orquestrado pelo governo americano em 201.

O imperialismo usa o governo ucraniano para fazer sucessivas aproximações territoriais à região do conflito, além do investimento de bilhões de dólares em armamento e treinamento nestas armas para os solados da Ucrânia. Desde o início da operação russa e até antes, em 2014, as tropas nazistas ucranianas têm bombardeado civis, diariamente, na região do Donbass.

Soa no mínimo estranho a preocupação excessiva do imperialismo em manter o conflito. Pois o normal seria agora haver uma diminuição do mesmo. O imperialismo continua no seu jogo de provocação ao Kremlin por meio da OTAN. 

É necessário que toda a esquerda internacional apoie a operação especial russa na Ucrânia. A Rússia trava a OTAN uma guerra progressista, pois enfrenta o imperialismo na Ucrânia, cuja derrota beneficiará os povos oprimidos de todo o mundo.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.