Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Chile

Função de Boric será liquidar de vez a luta popular

A função do esquerdista Gabriel Boric é de acabar de uma vez por todas as mobilizações da população chilena

gabriel boric (1)

A esquerda pequeno burguesa brasileira está em comemoração com a vitória do candidato Gabriel Boric nas eleições presidenciais chilenas contra o candidato da extrema direita, José Antonio Kast. O entusiasmo é tamanho que o PSOL chegou a enviar uma delegação com figuras importantes do partido para o Chile a fim de acompanhar o processo eleitoral.

A cegueira dessa esquerda não tem limites e não há nenhuma análise sobre a situação política no Chile que levou o candidato pseudoesquerdista Gabriel Boric a vencer as eleições.

Em primeiro lugar é preciso analisar a situação política do Chile. O Chile viveu no período recente um verdadeiro processo insurrecional e de características revolucionárias. Foram milhares e milhares de pessoas todos os dias nas ruas durante meses desde 2019, o que colocou em xeque a política da direita para a população chilena, e praticamente liquidou a extrema direita chilena nas ruas.

Essa gigantesca e constante mobilização da população no Chile levou a uma derrota do governo de Sebastián Piñera. Diante da mobilização, a burguesia chilena buscou um acordo com setores da esquerda pequeno-burguesa chilena para não perder o controle da situação. Tanto foi assim que a esquerda e a direita chegaram a um acordo de uma nova Constituinte, que em primeiro lugar garantiu a continuidade do governo do presidente direitista e foi uma tentativa de canalizar toda a revolta popular para um processo “legal” e sob controle da direita.

O resultado de todo esse processo foi canalizar a luta para a Constituinte e para a eleição do ultramoderado Gabriel Boric, que enterrou de vez toda a mobilização com características revolucionárias no país.

É importante reforçar que a Constituinte e a vitória de Boric são apenas uma manobra da burguesia para a crise política, e não uma conquista ─ ao contrário do que a esquerda, festiva, está propagando. Isso porque não podemos avaliar apenas o que foi “conquistado” (isso mesmo, entre aspas) e não analisar o potencial das conquistas oriundas da gigantesca mobilização dos últimos anos.

A Constituinte, apesar de toda a campanha realizada em torno, é inócua e apenas estrangulou a mobilização e permitiu um fortalecimento da direita derrotada. A eleição de Boric é ainda mais grave porque é fruto de um acordo com setores da direita tradicional, pois irá governar com o ultradireitista Partido Socialista, de Michele Bachellet, e a Democracia Cristã, um partido da direita chilena. Boric é um candidato muito semelhante à esquerda pequeno-burguesa brasileira, como por exemplo o PSOL. Um elemento sem ligação com as massas populares, parceiro direto, junto com futuros integrantes do seu governo, de institutos financiado por ONGs imperialistas como o National Endowment for Democracy (NED). É também apoiada pelas embaixadas dos EUA e do Canadá no Chile, pela Fundação Ford, pela FGV, pela International Development Research Centre (IDRC), pela UNESCO e outras organizações do imperialismo.

Gabriel Boric, ao contrário do que foi propagandeado pela esquerda brasileira, não é nenhuma salvação contra a extrema direita. É um elemento oportunista e direitista com ligações imperialistas. Não é por acaso que fez declarações contra Cuba e a Venezuela, se posicionou recentemente ao lado da extrema direita na votação contra o aborto e de maneira muito suspeita contra o indulto de mais de mil ativistas que foram presos durante as manifestações contra o governo e contra a violência policial que reprimiu duramente as manifestações.

A única certeza é que a função de Gabirel Boric, que vai governar com a direita e a esquerda pró-imperialista, será a de liquidar de vez a luta popular e as gigantescas mobilizações.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.