Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Abutre-tucano

Ciro Gomes, um impostor do PSDB que se finge de esquerda

Uma vez tucano, sempre tucano

design sem nome 12

Depois da montanha de absurdos disparada por Ciro Gomes após o último ato do movimento fora Bolsonaro, no qual o mesmo foi vaiado e quase agredido por manifestantes, vale a pena darmos uma palavrinha sobre seu passado, e mostrar através da sua trajetória na política brasileira, a fraude que é o seu discurso supostamente esquerdista.

Primeiramente, é preciso deixar claro que o seu esquerdismo não passa de um discurso barato que Ciro Gomes adota na intenção de ter mais credibilidade para atacar Lula, pois seu papel na situação política é única e exclusivamente esse, atacar Lula, o PT e dividir o voto da esquerda na eleição. Ciro, para se apresentar como um esquerdista, levanta um suposto nacional-desenvolvimentismo, que, como veremos ao avaliar a sua trajetória na política nacional, não passa de um discurso barato, pois quando o assunto foi o desenvolvimento nacional, ele sempre esteve a serviço do imperialismo.

Uma demonstração muito clara da submissão política de Ciro ao imperialismo foi o período em que sucedeu Rubens Ricupero no ministério da fazenda durante o governo Itamar Franco, um momento de sua carreira política em que ele esteve entre as finas flores do neoliberalismo brasileiro. Itamar Franco, em entrevista ao Estado de São Paulo, chegou a afirmar que Ciro foi, Junto com Ricupero, um dos grandes responsáveis pela implantação do Plano Real, uma medida que jogou milhões de brasileiros na miséria.

É importante salientar também que, Ciro é, diferentemente de Lula, uma cria no sistema político nacional. Ao longo de sua carreira política, pulou de partido em partido na medida em que lhe era conveniente. Para termos uma noção, Ciro já integrou sete partidos em sua carreira política, sendo estes:

  • PDS
  • PMDB 
  • PSDB
  • PPS
  • PSB
  • PROS
  • PDT

Tendo esses dados podemos ver que Ciro esteve sempre nos partidos tradicionais da burguesia, tendo como atual partido, o PDT, do qual é praticamente dono, e que hoje já não tem mais conexão nenhuma com a política de Brizola, que por mais que ainda fosse um político burguês, era de fato, nacionalista. Um fato que devemos destacar, é que Ciro só saiu do PSDB dois anos após a eleição de FHC.

Outro fato que mostra muito sobre o tipo de político que é Ciro Gomes, é o fato de que ele, desde sua passagem pelos cargos de prefeito de Fortaleza e governador do Ceará, era apadrinhado de Tasso Jereissati, um dos homens fortes do imperialismo no Brasil, e figura de destaque no âmbito do neoliberalismo brasileiro 

Além da participação ativa de Ciro na destruição da economia nacional,  também temos o seu papel como abutre da esquerda, que também não é de hoje, e indiretamente é uma contribuição para a miséria do nosso país. Ciro foi candidato em 1998, se declarando oposição a FHC, ou seja, desempenhando o mesmo papel que desempenhou em 2018, e pretende em 2021, que é dividir o voto do PT, que vinha como alternativa à destruição econômica que estava sendo promovida pelo governo FHC. Sua participação nessa eleição teve um peso, visto que foi o mais votado depois de Lula e FHC, tendo 10% dos votos, algo que com absoluta certeza contribuiu para a vitória acachapante de FHC no primeiro turno com 53% dos votos.

Após esse show de horrores, onde o comportamento abutre de Ciro levou à perpetuação da miséria para milhões de brasileiros, ainda temos a sua trajetória política após esse período, onde temos a oportunidade de ver mais um pouco desse comportamento fisiológico que vimos ao longo de toda a sua vida política.

Um fato que vem à tona quando falamos do Ciro Gomes na era PT é a sua proximidade com o capitalista Benjamin Steinbruch, que foi responsável por liderar o consórcio que adquiriu a Vale do Rio Doce e a CSN a preço de banana no governo FHC, um verdadeiro assalto ao povo brasileiro. Steinbruch foi cotado para ser seu vice nas eleições de 2018, fato que acabou não se concretizando, mesmo assim, como é de praxe para Ciro, seu papel foi o mesmo de sempre: contribuir para enfraquecer a candidatura do PT, representada por Fernando Haddad.

Outro acontecimento, que aponta que Ciro saiu do PSDB, mas nunca deixou de ser tucano, é a sua declaração com relação à candidatura de Aécio Neves para a presidência contra Dilma Roussef em 2014, nas palavras de Ciro:

“Se o governador Aécio Neves se viabilizar candidato a presidente da República, penso que sua presença é tão importante para o Brasil que a minha candidatura não é necessária mais”

Se fosse só por isso, já teríamos a mais absoluta certeza do caráter político de Ciro Gomes, mas ele não se limitou  apenas a um simples apoio político, Ciro aparenta ter um carinho especial pelo tucano:

“Na política, como eu disse, se pudéssemos estar juntos, para mim seria extraordinário. Se não pudermos, nós não deixaremos de ter afinidades. Essas afinidades não se perdem em razão de circunstâncias políticas ou partidárias que criem limitações.” 

Após todo esse balanço, que é claro, não cobre toda a sua extensa carreira política, fica claro o tipo de figura que é, e que sempre foi Ciro Gomes na política brasileira, um político tradicional, fisiológico e inescrupuloso, que faz e diz aquilo que é mais vantajoso na atual situação política, sua atual linha ideológica tem um propósito claro, e é o mesmo há muitos anos: Atacar o PT e ajudar a direita. 


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.