Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Abaixo o novo assalto

Bolsonaro e banqueiros estão prestes a privatizar a aposentadoria

Depois de aprovarem o roubo da aposentadoria com a "reforma" apoiada por toda a direita e por setores golpistas da esquerda, Guedes e Bolsonaro querem impor a "capitalização"


Sem muito alarde, o secretário do Tesouro Nacional, Paulo Valle, declarou à imprensa golpista que “o governo pretende lançar um título do Tesouro Direto com foco na aposentadoria”.

Segundo Valle, um dos principais membros da equipe econômica do banqueiro Paulo Guedes, “tchutchuca” do sistema financeiro, tal aplicação pode estar disponível para venda pela internet a partir de 2022 e o título seria “uma forma de preparação para a aposentadoria”.

O golpe consistiria, segundo o próprio secretário, em fazer com que o “investidor” (na realidade, o trabalhador que disponha de algum recurso para ser aplicado) vá acumulando os rendimentos durante 30 ou 40 anos, e só possa receber o pagamento dos juros do papel depois, quando estiver aposentado.

A medida surge como um verdadeiro complemento da famigerada “reforma” da Previdência, aprovada em nível federal em 2019 (no primeiro ano do governo Bolsonaro) com o apoio de toda a direita golpista (incluindo a corja golpista que agora tenta se fazer passar por “oposição”,  como Solidariedade, Cidadania Rede etc.) e, inclusive, com votos de setores da esquerda burguesa, como PDT e PSB (conforme quadro de votação).

A famigerada reforma previdenciária, complementada com a “reforma” trabalhista (que liquidou com empregos formais e fez com que o Brasil, pela primeira vez em sua história, tivesse mais trabalhadores informais do que o total de empregados com carteira assinada), fez da sonhada aposentadoria um verdadeiro “artigo de luxo”, com ampliação do tempo de contribuição e da idade mínima para se aposentar, aumentou os valores pagos e reduziu os valores a serem pagos (alterando a fórmula de cálculo das aposentadorias), entre outros crimes.

Naquele momento, ficou de fora, por meio de um acordo, a chamada “capitalização” defendida por Paulo Guedes e Cia, que pretendia introduzir no Brasil o modelo falido adotado no Chile durante a ditadura de Pinochet e que, três décadas depois, levou milhões de aposentados à miséria total e o Chile a ter o maior índice de suicídios entre idosos de todo o Continente.

A liquidação da previdência pública abriu caminho para valorizar o negócio das aposentadorias privadas; para aqueles que podem pagar e ajudar os “pobres banqueiros” a aumentarem seus lucros.

Agora, o objetivo final é liquidar com a aposentadoria de vez. A ideia de impor o título de capitalização que, para muitos, seria a única forma de buscar conseguir uma aposentadoria, é mostrar que a aposentadoria pública não é mais negócio, pois ninguém vai receber, ou receberá uma miséria, por isso seria necessário ter uma aposentadoria privada.

O golpe mostra que a sede de lucros e a capacidade dos capitalistas e da direita de assaltarem a classe trabalhadora não têm limite.

Contra esta medida, é preciso uma campanha de denúncias e mobilização, que deve ser encabeçada pela CUT e pelos sindicatos e ter como política a luta pelo cancelamento de todas as “reformas” da Previdência, aprovadas desde a era FHC. É preciso exigir que a Previdência e seus recursos sejam colocados sob o controle dos trabalhadores, que os bilionários recursos devidos à Previdência Social pelos bancos e grandes capitalistas sejam pagos imediatamente com a expropriação de seus bens. Bem como a luta pela estatização do sistema financeiro para pôr fim a essa e a toda a sangria da maioria do povo brasileiro em favor dos banqueiros sanguessugas que, só neste ano, estão embolsando cerca de R$2,5 trilhões do orçamento federal a pretexto do pagamento de juros e serviços da fraudulenta dívida pública, enquanto faltam recursos para a aposentadoria, para matar a fome do povo, gerar empregos etc.

Trata-se de uma questão central, que deve fazer parte de um programa de luta da esquerda, contra as “saídas” da burguesia diante da crise; que só poderá ser conquistada por meio da mobilização, como parte da luta por colocar abaixo o regime golpista e conquistar um governo dos trabalhadores da cidade e do campo, com Lula presidente.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.