Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Tudo pelo lucro

Pacote de 750 bilhões de euros da UE, mais $ para os capitalistas

União Européia prestes a dar mais dinheiro para salvar seus capitalistas da bancarrota


Como já era aguardado, no dia 27/05 a Comissão Européia propôs um novo pacote de resgate econômico para os países que fazem parte da União Européia (UE).

O valor é de 750 bilhões de euros e deve ser viabilizado por meio do aumento do teto do orçamento comunitário para 2% do Produto Interno Bruto (PIB) de todo o bloco e pela emissão de títulos de dívida pela própria UE, e não individualmente por cada país, como normalmente tem sido feito.

Até o momento o valor total da ajuda para combater a crise econômica agravada pela pandemia do coronavírus na UE é de 2,4 trilhões de euros.

Esses títulos da UE seriam pagos aos investidores entre 2028 e 2058, com o orçamento do bloco pós-2027. A Comissão Européia diz que vai garantir o pagamento desses débitos com a criação de impostos que incidam sobre emissão de poluentes, multinacionais, produção de plástico e grandes empresas de internet.

Esses 750 bilhões de euros serão repassados de duas formas para os países-membros: 500 bilhões como subsídios e 250 bilhões como empréstimos.

Tanto os títulos de dívida da UE como os impostos europeus seriam algo inédito na história do bloco. A justificativa da Comissão Européia para isso seria o fato de poder conseguir dinheiro no mercado – os bancos ganhando como sempre! – a juros mais baixos do que conseguiriam individualmente os países mais necessitados e mais quebrados, como Itália, Grécia, Espanha e Portugal.

Aqui cabe um comentário: esses quatro países, além da Irlanda, fazem parte dos PIIGS, que é a sigla que identifica os países europeus que estavam em pior situação na crise de 2008. A questão é que eles continuam assim, o que é mais uma evidência de que a crise de 2020 é uma continuidade da crise de 2008.

Apesar de todo o falatório a respeito de um avanço no nível de união do bloco por conta da novidade que seriam títulos e impostos europeus, a grande verdade é que nada foi falado ainda a respeito de garantias de quanto desse dinheiro deverá ir para os trabalhadores e as famílias afetadas pela crise econômica, bem como de quanto deverá ser destinado à saúde. A emissão desses títulos de dívida pela UE poderá ser feita rapidamente, mas os impostos que seriam a contrapartida ainda precisarão de um longo caminho para virarem realidade. Nesse tema dos impostos, também ainda não se falou nada de aumentar a taxação das grandes fortunas.

Pelo andar da carruagem, se confirmará mais uma vez que esse dinheiro todo vai ser usado pelos países da União Européia para salvar o lucro dos capitalistas e o pouco que eventualmente for usado para os trabalhadores e saúde pública será apenas o mínimo necessário para tentar evitar explosões sociais decorrentes da situação econômica e sanitária caótica. E a única certeza imediata, como sempre tem sido nessa fase extremamente parasitária do sistema capitalista, é que desde já os bancos ganharão muito dinheiro.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.