Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Dia de hoje na história

09/08/1948: fundada a República Popular Democrática da Coreia

Fundada aos 09 de setembro de 1948 a República Popular Democrática da Coreia resiste, até os dias de hoje, as provocações do imperialismo


Aos 09 de setembro de 1948 era fundada a República Popular Democrática da Coreia. As Coréias estão divididas por imposição do imperialismo. A parte da antiga Coreia, foi dividida após a II Guerra Mundial.

A Coréia sempre foi alvo do imperialismo. Em 1910, o Japão anexou a região e tentou suprimir a língua e a cultura coreanas. Na II Guerra Mundial, milhares de coreanos são levados para trabalhos forçados no Japão e em países sob seu domínio.

A reconstrução da Coréia do Norte. Com a rendição japonesa, em 1945, a península Coreana é dividida em duas zonas de ocupação – uma norte-americana, no sul, e outra soviética, no norte, correspondendo ao antagonismo da Guerra Fria.

Em 1948 são criados dois Estados: Coreia do Norte e Coreia do Sul, que reivindicam, ambos, direito sobre todo o território coreano. É oficializado o regime comunista na Coreia do Norte, sob a liderança de Kim Il Sung

GUERRA DA COREIA. Em 1950, os norte coreanos invadem o sul. O imperialismo, através da Organização das Nações Unidas (ONU) envia tropas, com grande maioria de soldados norte-americanos, que contra-atacam e ocupam a Coreia do Norte. A China entra na guerra e, em 1951, conquista Seul, a capital sul-coreana. Nova ofensiva dos Estados Unidos (EUA) empurra as tropas chinesas e norte-coreanas de volta ao paralelo 38, a linha que separa as duas Coreias.

Cinco milhões de pessoas morrem em três anos de guerra – desse total, pelos menos 2 milhões são civis. A trégua assinada em 1953 cria uma zona desmilitarizada entre as duas Coreias.

Na verdade, nenhum tratado de paz foi firmado, e tecnicamente os dois países continuaram em guerra. Os Estados Unidos mantêm uma forte presença militar no sul, representada pelo governo norte-coreano como uma força de ocupação imperialista até os dias de hoje.

Em 1948, Kim Il-sung se tornou o líder da Coreia do Norte, governando o país até sua morte em 1994. Em dezembro de 2011, morre Kim Jong Il, em decorrência de um ataque cardíaco. Seu filho mais novo, Kim Jong Un, é o sucessor que o partido único preparava desde o ano anterior. Ele assume de imediato os encargos à frente do regime, mas sua posse como chefe de Estado é oficializada somente em abril de 2012.

A Coréia do Norte sofreu novas provocações do imperialismo quando da eleição de George W. Bush como presidente dos EUA em 2000. Bush rejeita a Política do Sol e o acordo mediado por Clinton, seu governo tratou a Coreia do Norte como um Estado vilão e classificou seu regime como parte de um “eixo do mal” e um “posto avançado da tirania”.

Fundada aos 09 de setembro de 1948 a República Popular Democrática da Coreia resiste, até os dias de hoje as provocações do imperialismo.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.