Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Elogio a Ustra mostra que Bolsonaro defende uma nova ditadura militar


Em entrevista a jornalistas no início da manha dessa quinta-feita (8), o presidente ilegítimo Jair Bolsonaro, deu mais uma demonstração de que o que depender dele, o Brasil vai ter sim uma nova ditadura aos moldes da imposta pelo golpe militar de 64.

Antes de ir ao encontro com a viúva do coronel Brilhante Ustra, referiu-se ao torturador de presos políticos durante a ditadura militar como um “herói nacional que evitou que o Brasil caísse naquilo que hoje a esquerda quer”. Se Ustra é herói nacional, seu exemplo deve ser seguido. E se ele torturou para combater o que a esquerda queria naquele momento e ainda quer hoje, portanto deve-se fazer o mesmo hoje contra a esquerda.

Não é uma novidade a declaração fascista do capitão do Exército que chegou a presidência da República como resultado da fraude e do golpe de Estado de 2016. No final dos anos 90, afirmou em entrevista que o “erro” da ditadura foi “não ter matado 30 mil”. Na votação do processo de abertura do impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff em 2016, declarou, ainda, que seu voto a favor era “Pela memória do Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o pavor de Dilma Rousseff”.

Ao longo dos seus 7 meses de governo, Bolsonaro não apenas deu diversas declarações em defesa da tortura e da ditadura militar, como é o principal incentivador da política de extrema-direita de massacre de índios, sem-terra e presidiários, como foi a sua declaração com deboche sobre a chacina de quase 60 presos na Penitenciária de Altamira no Pará.

Recententemente, no final de julho, Bolsonaro afirmou ao presidente da Ordem de Advogados Brasileiros (OAB), Felipe Santa Cruz: “Se um dia quiser saber como o pai desapareceu durante a ditadura militar, eu conto”. E declarou que Santa Cruz “não vai querer saber a verdade”.

Essa é a prática fascista sem tirar nem por. A característica central do fascismo é ser um movimento que visa aniquilar as organizações de esquerda (partidos políticos, sindicatos, movimentos populares) com o propósito de reduzir a classe operária e os explorados a uma condição amorfa, sem reação, sujeita a todo tipo de atrocidade e esmagamento para favorecer o grande capital, os exploradores.

Em seu discurso de posse afirmou que iria “acabar com o socialismo no Brasil”. Socialismo aqui no Brasil para o fascista Bolsonaro é destruir as conquistas históricas dos trabalhadores da cidade e do campo, como vem implementando cotidianamente desde que tomou posse.

É por isso que soa como um verdadeiro atentado contra os explorados, a posição da esquerda de “colocar Bolsonaro na linha”, trabalhar na perspectiva de uma frente ampla com aqueles que foram responsáveis por colocar a extrema-direita à frente do País, os mesmos golpistas que derrubaram Dilma e prenderam Lula, defender 2022 como se fosse a redenção do povo brasileiro. Diante do desenvolvimento da situação política, dos próprios objetivos de Bolsonaro de aprofundar cada vez mais o estado ditatorial no País, a passividade e a covardia desse esquerda pode abrir um caminho sem volta para o povo brasileiro.

A hora de derrotar o fascismo no Brasil é agora e só há um caminho: as ruas! A população já apontou o caminho. Fora Bolsonaro é a palavra-de-ordem que mais ecoa pelo País.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.