Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Ricardo Machado

É dirigente do Sindicato dos Bancários de Brasília e ex-dirigente da CUT-DF. Integra a Coordenação dos Comitês de Luta do DF e faz parte da Direção Nacional do Partido da Causa Operária (PCO)

Coluna

Justiça burguesa caça direitos dos trabalhadores do BB

A justiça já deu o seu pontapé inicial na campanha salarial atacando os trabalhadores do Banco do Brasil, especificamente os Caixa Executivos

A política de ataques dos banqueiros aos trabalhadores bancários, logicamente, conta com a colaboração da reacionária “justiça” brasileira. As instituições do Estado estão aí justamente para defender os interesses dos capitalistas. Como mais uma prova disso, a Campanha Salarial da Categoria Bancária que mal se iniciou com as negociações entre banqueiros e trabalhadores, a justiça já deu o seu pontapé inicial atacando os trabalhadores do Banco do Brasil, especificamente os Caixa Executivos do banco, quando o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) em Brasília decidiu unanimemente caçar a liminar que mantinha o pagamento, conquistada pelos trabalhadores no ano de 2021 via Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT), da gratificação dos Caixas. 

“A decisão afeta diretamente os caixas que, em 2017, tinham menos de dez anos na função, resultado na perda dessa gratificação. Essa liminar foi uma conquista significativa, especialmente no meio da pandemia, quando os trabalhadores se mobilizaram e fizeram greve para lutar pelos seus direitos’, afirmou a funcionária do BB e coordenadora da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), Fernanda Lopes” (Site Fetec/CN 03.07.2024)

A direção do Banco do Brasil, com mais essa iniciativa de acabar com uma das conquistas dos trabalhadores bancários, que diz respeito à sua efetivação na gratificação ao exercerem a função de Caixas, vai na esteira dos ataques dos banqueiros privados que, por conta dessa política de ataques aos trabalhadores bancários, eliminou a efetivação da gratificação dos Caixas, transformando-os em Caixas Minuto, que passaram a receber a tal da gratificação apenas pelo tempo efetivamente exercido na função. Ou seja, se aparecer uma demanda de clientes na agência que exija o atendimento para transação no guichê de caixa, aponta um bancário para efetivar a transação e a remuneração desse serviço será paga somente o tempo que esse trabalhador exerceu essa função.  

Com essa medida, a direção do BB reduziu os salários dos trabalhadores bancários que exercem a função, que passarão a não perceberem a sua gratificação efetiva do mês trabalhado, cujo valor hoje, conforme o atual Acordo Coletivo de Trabalho, é de R$1.700,00. 

A medida da direção do BB é mais uma dentre tantas outras que estão sendo implementadas através das famigeradas reestruturações, que acontece também nos demais bancos, através do fechamento de agências e dependências bancárias, demissão e descomissionamento em massa, rebaixamento salarial, terceirização, etc.

A política reacionária dos banqueiros e, nesse caso aqui relatado do Banco do Brasil, precisa ser barrada e, para isso, só a mobilização de toda a categoria poderá fazê-lo. As direções sindicais, nesta campanha salarial, precisam aumentar o volume, e muito, das manifestações e na organização dos trabalhadores bancários para fazer frente aos ataques dos banqueiros que sem dúvida irão tentar atacar ainda mais os bancários com o objetivo de aumentar os seus já fabulosos lucros.

* A opinião dos colunistas não reflete, necessariamente, a opinião deste Diário

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.