Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Diário da resistência

21 de junho: Jiade Islâmica ataca helicoptero sionista em Gaza

A resistência palestina luta contra o exército sionista na Faixa de Gaza, as derrotas começam a gerar crises na cúpula militar sionista

A guerra na Faixa de Gaza começou em outubro de 2023. A Resistência Palestina está lutando na Faixa de Gaza contra a invasão sionista. Outras organizações também lutam contra o Estado de “Israel”. No Líbano, o Hesbolá ataca o norte de “Israel” todos os dias. O Iêmen ataca os sionistas no Mar Vermelho e diretamente o território israelense. A Resistência Iraquiana também ataque os israelenses principalmente por meio de drones. As principais operações do dia 21 de junho foram:

Operações das Brigadas al-Qassam (Hamas):

  • Alvo de aglomerações militares israelenses infiltrando-se ao sul da área de Juhr Al-Dik, a leste da governadoria central de Gaza, com projéteis de morteiro de calibre pesado.

Operações das Brigadas dos Mártires de al-Aqsa:

  • Alvo de aglomerações militares israelenses no eixo “Netzarim” com vários morteiros de calibre 120.
  • Alvo de um comboio de veículos militares israelenses no eixo de avanço no bairro Saudita na cidade de Rafá, no sul da Faixa de Gaza, com vários projéteis de morteiro.

Operações das Brigadas al-Quds (Jiade Islâmica Palestina):

  • Alvo do assentamento de “Be’eri” no entorno de Gaza com uma barragem de foguetes.
  • Alvo das posições de soldados israelenses e seus veículos militares com uma barragem de projéteis de morteiro de calibre pesado e normal na cidade de Rafá, no sul da Faixa de Gaza.
  • Alvo de um centro de comando e controle militar israelense, bem como aglomerações de soldados e veículos militares no “Site Abu Oreiban” no eixo “Netzarim” com projéteis de morteiro.
  • Alvo de um helicóptero militar israelense com um foguete “SAM 18” (Igla), a leste da cidade de Rafá, no sul da Faixa de Gaza, após retornar de uma operação para evacuar os mortos e feridos na emboscada de Shaboura.

Operações das Brigadas Mujaidim (Movimento Mujaidim Palestino):

  • Alvo do local militar “Kissufim” a leste da governadoria central de Gaza com uma barragem de foguetes.

Operações das Forças al-Asifa:

  • Alvo das forças militares israelenses estacionadas no local militar “Sofa” com uma salva de foguetes de 107 mm.

Operações das Forças Mártir Omar al-Qasim (FDLP):

  • Alvo da cidade ocupada de Asqalan e do assentamento “Netiv HaAsara” com foguetes al-Qasim.
  • Alvo do local militar Karam Abu Salem e de um comboio de veículos militares israelenses nas proximidades do “Cruzamento Ker” na cidade de Rafá, no sul da Faixa de Gaza, com mísseis de curto alcance e projéteis de morteiro.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.