Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Diário da resistência

19 de junho: Hamas atinge assentamento sionista com drone

A guerra na Faixa de Gaza continua, "Israel" não conseguiu nem impedir que a resistência continue seus ataques nos entornos de Gaza, ao norte o Hesbolá segue cada vez mais forte

A guerra na Faixa de Gaza começou em outubro de 2023. Desde então, além da resistência palestina também estão em guerra contra “Israel” o Hesbolá, a resistência iraquiana, o Iêmen e de forma indireta (quase sempre) o Irã. As principais operações da resistência no dia 19 de junho foram:

Operações das Brigadas al-Qassam (Hamas):

  • Lançaram um drone suicida Zkuaei em um agrupamento de forças israelenses no assentamento de “Holit”.
  • Atacaram forças militares israelenses que estavam se infiltrando a sudeste do bairro Al-Zaytoun na Cidade de Gaza com morteiros de calibre pesado.

Operações das Brigadas al-Quds (Jiade Islâmica Palestina):

  • Atacaram assentamentos ilegais no envelope de Gaza com uma barragem de foguetes.
  • Atacaram um agrupamento militar israelense perto da Mesquita Saad, a leste do bairro Al-Zaytoun na Cidade de Gaza, com morteiros.

Operações das Brigadas dos Mártires de al-Aqsa:

  • Atacaram um agrupamento militar israelense ao redor da Mesquita Saad, a leste do bairro Al-Zaytoun na Cidade de Gaza, com uma barragem de morteiros.
  • Em uma operação conjunta com as Brigadas Al-Quds, atacaram o centro de comando e controle do exército israelense na linha de suprimento no eixo “Netzarim” ao sul da Cidade de Gaza com uma barragem de morteiros.

Operações das Forças Mártir Omar Al-Qasim (FDLP):

  •     Atacaram uma força de infantaria militar israelense com um lança foguetes no campo de Iabna na cidade de Rafá, no sul da Faixa de Gaza.
  •     Atacaram a cidade ocupada de Ascalão e o assentamento de “Netiv Hasara” com uma barragem de foguetes Al-Qasim.

Operações do Hesbolá:

Setor leste:

  •     Soldados israelenses dentro do assentamento de Metula foram atacados com uma barragem de drones.
  •     A 769ª Brigada Oriental em Quiriate Chimona foi atacada com dezenas de foguetes Catiusha e projéteis de artilharia.
  •     Equipamentos de vigilância do exército israelense foram atacados no local de Metula.
  •     Soldados israelenses dentro do local Al-Baghdadi foram atacados com múltiplos drones.
  •     O local militar de Ramtha em Kfar Shuba, no Líbano, foi atacado com uma barragem de mísseis.
  •     O local militar Al-Samaqa em Kfar Shuba, no Líbano, foi atacado com uma barragem de mísseis.
  •     O local militar Zibdin em Shebaa, no Líbano, foi atacado com uma barragem de mísseis.

Setor oeste:

  •     O local militar Jal al-Alam foi atacado por projéteis de artilharia.
  •     Forças israelenses no local militar de Raheb foram atacadas com projéteis de artilharia.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.