Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Dia de Hoje na História

15/6/1968: morre Wes Montgomery, mestre na guitarra do jazz

Montgomery era conhecido por sua técnica incomum de tocar as cordas com o lado do polegar e pelo uso extensivo de oitavas, o que lhe dava um som distintivo

John Leslie “Wes” Montgomery (6 de março de 1923 – 15 de junho de 1968) foi um influente guitarrista de jazz norte-americano. Ele nasceu em Indianápolis, Indiana. O apelido “Wes” era uma abreviação infantil de seu nome do meio, Leslie.

Montgomery era conhecido por sua técnica incomum de tocar as cordas com o lado do polegar e pelo uso extensivo de oitavas, o que lhe dava um som distintivo. Ele frequentemente trabalhava com seus irmãos Buddy (Charles F.) e Monk (William H.) e com o organista Melvin Rhyne. Seus primeiros trabalhos até 1965 foram orientados para o hard bop, soul jazz e post bop, mas por volta de 1965, ele começou a gravar álbuns instrumentais mais orientados para o pop que encontraram sucesso.

Montgomery começou a tocar guitarra no final da adolescência e tocou na banda de Lionel Hampton em 1948-50 e em Indianápolis durante a década de 1950, mais frequentemente com seus irmãos Buddy (piano, vibrafone) e Monk (baixo elétrico). No final da década de 1950, na Califórnia, ele tocou com eles nos Mastersounds e, depois, como os Irmãos Montgomery (1960-61). A maioria das melhores gravações de Montgomery, incluindo The Incredible Jazz Guitar of Wes Montgomery, Movin’ Along, So Much Guitar!, e Full House, datam de 1959-63.

Inspirado pelo guitarrista de swing tardio Charlie Christian, Montgomery improvisava em frases quebradas e com uma imaginação harmônica de bop. Em vez de usar uma palheta ou dedos, ele tocava guitarra com a parte macia do polegar, resultando em um ataque suave especialmente apropriado para suas linhas melódicas. Ele organizava seus solos tocando melodias de nota única em coros iniciais, em oitavas em coros médios e em acordes em coros climáticos. Suas formas de solo, especialmente, foram uma influência sobre os guitarristas posteriores, mais proeminentemente George Benson.

Montgomery faleceu em 15 de junho de 1968, em Indianápolis, Indiana.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.