Por quê estou vendo anúncios no DCO?

CBF contra o Brasil

Seleção não precisa do Ancelotti

A CBF, ao definir um técnico estrangeiro, está humilhando o povo brasileiro, dizendo que o seu futebol não é o melhor do mundo - o que, incontestavelmente, é um fato

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) está confiante na contratação do técnico italiano Carlo Ancelotti, atualmente no comando do Real Madrid. A informação é de Luís Roberto, da TV Globo, e foi anunciada durante a transmissão do amistoso entre Brasil e Guiné, ocorrido no último sábado (17). Segundo o jornalista, o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, planeja anunciar a contratação de Ancelotti até o final deste mês. No dia 30 de junho, Ednaldo fará uma transmissão para comentar o assunto.

Ancelotti assumiria o comando da seleção brasileira em janeiro ou junho de 2024, após o término de seu contrato com o Real Madrid. No anúncio oficial, o presidente da CBF pretende fazer um pronunciamento revelando detalhes sobre a transição, incluindo informações sobre os locais dos jogos das eliminatórias e a transição. Nos últimos dias, ganhou força a possibilidade de a Seleção Brasileira esperar Ancelotti até o meio de 2024.

Embora tenha sido cogitada a possibilidade de considerar outras opções, Ednaldo Rodrigues sempre insistiu na contratação de Ancelotti como prioridade. Caso a CBF opte por aguardar Ancelotti até junho de 2024, a Seleção Brasileira terá mais oito jogos com um treinador interino. Dentre essas oito partidas, seis são válidas pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026, um terço da competição, que conta com 18 rodadas. Os outros dois compromissos são amistosos marcados para a data FIFA de março de 2024. As datas continuam sujeitas a alterações.

A CBF aguarda uma resposta definitiva de Ancelotti até o final deste mês. 

Durante a última quarta-feira, os atacantes Richarlison e Rodrygo foram questionados sobre a ausência de um treinador efetivo na seleção e a possibilidade de aguardar até 2024 pela chegada de Ancelotti. Richarlison afirmou a importância de iniciar a preparação o mais cedo possível e ressaltou a complexidade de uma Copa do Mundo. Já Rodrygo, jogador do Real Madrid (portanto, treinado por Ancelotti) destacou que é necessário respeitar o atual treinador interino, Ramon, mas expressou que a equipe se adaptará às adversidades, aguardando a decisão do presidente da CBF.

O que a confederação nacional está realizando com a Canarinho é uma avacalhação sem tamanho. Primeiro, está assinando um atestado de incompetente. A CBF tem seu curso de formação de técnicos, mas, se contratar um estrangeiro, estará dizendo claramente que não tem capacidade para formar treinadores. 

Segundo, Ednaldo está disposto a fazer a Seleção esperar mais de um ano até assumir um treinador oficial para o time. Como destacou Richarlison, é preciso iniciar cedo o trabalho de formação do escrete nacional para a Copa do Mundo. Mas, tirando essa questão, em 2024, a Seleção disputará a Copa América e o início das Eliminatórias para o mundial. Portanto, quanto mais se demora a contratar um técnico para a equipe, mais o escrete nacional é prejudicado para chegar a essas competições.

Terceiro, o Brasil simplesmente não precisa de técnicos estrangeiros. O país é o maior vencedor de Copa do Mundo e as cinco conquistas foram vencidas por técnicos brasileiros. Relembremos os nomes deles: Vicente Feola (1958), Aymoré Moreira (1962), Mário Jorge Lobo Zagallo (1970), Carlos Alberto Parreira (1994) e Luiz Felipe Scolari (2002). Com esses cinco treinadores, o Brasil é o país que mais ganhou Copas do Mundo. 

Além disso, Ancelotti é multicampeão, mas apenas com times que tinham muito investimento e jogadores excelentes. No ano passado, quando o Real Madrid ganhou a principal competição europeia, a Liga dos Campeões, não foi por Ancelotti, mas devido à qualidade de jogadores. Lembremos que os jogadores mais fundamentais foram os brasileiros Vinícius Júnior e Rodrygo. Mas ainda, o time contava com jogadores como Casemiro, Éder Militão, Modric, Benzema, entre outros.

“Ah, mas na Seleção, Ancelotti também terá acesso aos melhores jogadores do mundo”, dirá um defensor do técnico italiano. E é verdade. No entanto, em 2022, o Real Madrid não foi campeão jogando o melhor futebol. Foi campeão jogando na retranca e no contra-ataque. Ou seja, mesmo com jogadores excelentes, alguns deles que estão entre os melhores do mundo em sua posição, Ancelotti não conseguiu criar um estilo de jogo bonito. A contratação do italiano, portanto, seria a antítese do futebol-arte brasileiro — característica que garantiu o pentacampeonato do país.

Além de bons jogadores, o Brasil é recheado de bons técnicos. Fácil é ganhar na Europa com o time do Real Madrid. Difícil é realizar boas campanhas e apresentar um bom futebol com times sem uma folha salarial gigantesca. Exemplos não faltam. Fernando Diniz faz magia com o time do Fluminense e quase foi campeão com o São Paulo em 2020. Os dois eram times de meio de tabela em relação ao elenco. Dorival Júnior, atualmente no tricolor paulista, com um time mediano, criou uma invencibilidade de 13 partidas, recuperando a equipe. No ano passado, tirou o Flamengo da crise e conquistou a Copa do Brasil e a Libertadores, campeonatos bem mais complicados que a Liga dos Campeões.

A CBF, ao definir um técnico estrangeiro, está humilhando o povo brasileiro, dizendo que, de certa forma, o seu futebol não é o melhor do mundo (o que, incontestavelmente, é um fato).

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.