Presidente do PCO

Rui Costa Pimenta denuncia nova censura a Breno Altman

Em sua publicação, Pimenta discutiu o atual estágio da censura no Brasil, destacando a importância da luta contra a censura

Nessa quinta-feira (30), Breno Altman, editor-chefe do Opera Mundi, denunciou em sua conta no X (antigo Twitter) que a Confederação Israelita do Brasil (Conib) obteve uma decisão limiar ordenando a retirada de sete de suas publicações na rede social.

Frente a isso, Rui Costa Pimenta, presidente nacional do Partido da Causa Operária (PCO), veio a público denunciar o caso também por meio de sua conta no X. “A censura política no Brasil está se estabelecendo a uma velocidade muito rápida”, afirmou Pimenta.

Confira, abaixo, sua publicação na íntegra:

Breno Altman volta ser censurado e também sofrerá inquérito policial por “racismo” por suas denúncias contra a política do estado de “Israel”.

Aqui temos duas coisas muito fáceis de entender:

1) a censura política no Brasil está se estabelecendo a uma velocidade muito rápida. Devemos agradecer, em grande medida, à esquerda identitária ou simpatizante do identitarismo, que acreditou que a liberdade de expressão irrestrita favorecia o fascismo e o racismo. Agora, é a maior organização racista e fascista do mundo que se aproveita de fato da censura como arma política.

2) o sionismo está desacreditado em suas mentiras contra a luta dos palestinos e sobre os seus crimes monstruosos. Que outro motivo senão a intenção de ocultar a verdade poderia levar a esta escalada de censura? O sionismo conta com toda a imprensa capitalista para divulgar suas mentiras e, ainda assim, precisa censurar os órgãos de esquerda na internet!

A luta contra a censura sionista e – obviamente, contra a censura em geral – não é um problema do companheiro Breno Altman, mas de toda a esquerda, revolucionária ou não, de todos os progressistas. Estes processos são uma tentativa de reprimir toda a luta contra os horrores que todos nós vimos na Faixa de Gaza. Se estas medidas se impõem, todos os que lutam serão perseguidos e não apenas na questão do genocídio israelense.

É vergonhoso o silêncio de boa parte da esquerda, do PT, do PSOL sobre os crimes sionistas e agora, ainda mais, sobre os processos contra Breno Altman.

Essa cumplicidade não passará em branco.

Fazemos nossas, as palavras do companheiro Altman sobre a questão:

“Desmascarado em sua desumanidade, ao sionismo somente resta a violência e o ataque à liberdade, especialmente contra judeus que ousam desmascarar sua natureza vil. Primeiro, grupos sionistas ameaçaram-me de “arrancar os dentes e cortar os dedos”, conforme foi denunciado pela ABI (Associação Brasileira de Imprensa) ao Ministério da Justiça. Contra os responsáveis por tais ameaças já corre investigação na Polícia Civil paulista. Como não surtiu efeito essa forma fascista de pressão, em seguida a CONIB assumiu a vanguarda das agressões contra quem denuncia os crimes cometidos pelo regime sionista, atuando em múltiplas instâncias, tal qual é característico na prática de lawfare. Se pretendem o meu silêncio, voltarão a fracassar.”

https://twitter.com/Ruicpimenta29/status/1730583922667352147

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.