Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Taxa de juros

Redução de 0,5% é ridícula: Campos Neto segue sabotando economia

Depois de meses mantendo a taxa Selic em 13,75% ao ano, BC faz uma redução fajuta e mantém economia do país sufocada.

O Banco Central independente continua sua luta contra a economia brasileira. Apenas no oitavo mês de governo Lula, o Comitê de Política Monetária (Copom) cedeu minimamente à pressão exercida diretamente por Lula. Mas a redução de meio ponto percentual na taxa Selic está muito longe de ser algo que impacte verdadeiramente a atividade econômica do país. A taxa básica de juros anunciada nesta quarta-feira se mantém em altíssimos 13,25% ao ano, sufocando os milhões de endividados e inibindo o crescimento industrial, por exemplo.

Quem ganha com uma taxa de juros tão alta são os parasitas do capital financeiro, o capital imperialista que suga o orçamento público com os rendimentos dos títulos da dívida pública. Uma atividade que não produz nada e serve para transferir dentro da lei as riquezas do país para o setor mais poderoso e improdutivo da burguesia mundial. Lula voltou a expor na imprensa burguesa a atuação anti-nacional do presidente do BC, Roberto Campos Neto:

“O Brasil tem hoje a maior taxa de juros real do mundo… Acontece que esse rapaz que está no Banco Central, me parece que ele não entende de Brasil e não entende de povo. Não sei a quem ele está servindo. Aos interesses do Brasil que não é.”

Segundo matérias publicadas na imprensa golpista, os economistas de estimação do imperialismo “previam” que a queda na taxa seria ainda menor, caindo apenas 0,25%. Mas os mesmos já sinalizavam que a redução poderia ser de 0,5%. Números que não atendem às necessidades econômicas para que o país possa crescer. Situação que até setores da burguesia concordam, principalmente aqueles ligados à atividade industrial, que tem sua atividade obstaculizada por esse patamar de juros.

Mesmo compelido a começar a reduzir a Selic, Campos Neto claramente demonstra sua disposição para fazer isso da forma mais lenta o possível. Com isso, a economia brasileira avança mas com o freio de mão puxado, uma condição que prejudica gravemente a política do governo Lula. Impedir que a atividade econômica cresça no Brasil sob a presidência do petista é uma maneira de sabotar o governo e indispô-lo contra a população que elegeu Lula sob a promessa da criação de empregos. Com a Selic a 13,25% ao ano e ainda dependendo da iniciativa privada não é possível cumprir isso plenamente.

Contrariando a propaganda do monopólio das comunicações na campanha prévia, desde que o Banco Central se tornou independente do governo a taxa básica de juros não parou de subir. Partindo de 2% ao ano no começo de 2021 chegou ao patamar absurdo de 13,75% no início da campanha eleitoral de 2022. Apenas um ano depois vem essa redução mínima, uma redução de faz de conta, uma redução “fake” pra usar o idioma do presidente do BC.

Não basta que Lula pressione através dos abutres da imprensa golpista, pois em última instância ela está subordinada a esse capital que só engorda com os juros da dívida pública. Para tomar as rédeas da economia é preciso derrubar essa monstruosidade que é um banco central desvinculado do governo eleito. Para fazer isso só existe um caminho possível, a mobilização popular. Se os carreiristas que pegam carona no governo e no PT não têm afinidade com as massas, Lula tem. Abrir mão disso é condenar seu governo a rastejar até seu fim.

Fora Campo Neto! Abaixo o BC independente!

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.