Por quê estou vendo anúncios no DCO?

BRICS X IMPERIALISMO

Quase 20 países já pediram formalmente a filiação aos BRICS

O Brasil tem sido peça chave no fortalecimento do bloco, que neste momento deixa o imperialismo em pânico

O representante Sul Africano no BRICS informou que o grupo recebeu cerca de 19 pedidos de adesão. Ainda de acordo com Anil Sooklal o tema será debatido em reunião com ministros das Relações Exteriores dos países membros, marcada para os dias 2 e 3 de junho na Cidade do Cabo. Segundo Sooklal, 13 países fizeram pedidos formais para entrar no grupo, enquanto outros seis realizaram consultas informais sobre o assunto.

“O que vai ser discutido é a expansão dos Brics e a forma como isso vai acontecer”, afirmou o diplomata sul-africano, em entrevista à imprensa local nesta segunda-feira (24/4). “Treze países pediram formalmente para aderir, e outros cinco ou seis fizeram consultas informais. Estamos recebendo pedidos todos os dias”, completou. Aumentar o número de membros é algo que, a princípio, os nossos líderes concordaram, mas estamos discutindo sobre como e quando isso ocorrerá”, prosseguiu.

A notícia em si mostra claramente o declínio do imperialismo e a tendência dos países oprimidos na tentativa de serem independentes ou afirmar sua soberania perante o mundo. O que agora é extremamente positivo. É visível que o imperialismo está perdendo seu controle e não consegue conter a revolta dos países atrasados. A derrota no Afeganistão foi um verdadeiro ponto de inflexão na política internacional.

A expansão do Brics começou em 2010, com a adesão da África do Sul ao grupo de países emergentes. Com a vitória do Lula no Brasil o bloco volta com ritmo acelerado. Entre as nações que formalizaram os pedidos para entrar no bloco estão, Irã, Emirados Árabes Unidos e Bahrein, na Ásia, Egito e Argélia, na África, e Argentina, na América Latina. A realização da próxima reunião dos Brics, entre os dias 22 e 24 de agosto na África do Sul.

O deslocamento de vários países em direção ao BRICS é muito significativo e coloca em xeque a hegemonia do imperialismo. A aproximação dos países africanos com a Rússia tem sido clara. Em março deste ano, o presidente russo Vladimir Putin, afirmou que as relações com a África seriam prioridade para Moscou. “Quero destacar que o nosso país sempre deu e continuará dando prioridade à cooperação com os Estados africanos”, disse Putin em discurso a representantes africanos.

Outro ponto que tem sido fundamental para o fortalecimento dos BRICS, é o atual presidente brasileiro, Lula. O Brasil é um país gigante e de grande importância para o bloco. Afinal de contas são três países muito grande, territorialmente e em números de pessoas também – China, Rússia e Brasil – constituindo um grande pólo consumidor e de muita matéria-prima. As últimas declarações do Lula contra o dólar fortalece todo esse movimentos e deixa de cabelo em pé o imperialismo, principalmente o norte americano.

.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.