Prisioneiras israelenses

Mãe agradece Hamas por tratamento dado à filha: “foram como pais”

"Agradeço do fundo do meu coração pela extraordinária humanidade demonstrada em relação à minha filha", afirmou

Ao sair da prisão, uma mãe israelense escreveu uma carta aberta ao Hamas agradecendo enormemente pelo tratamento que os soldados do braço armado do partido palestino tiveram com ela e sua filha. No texto, ela informa que sua filha foi “mimada” com doces, frutas e “tudo disponível”, sentindo-se “o centro do mundo”.

Em contraste, a quantidade de denúncias de prisioneiros palestinos contra Israel é gigantesca. Eles sempre foram tratados como verdadeiros cachorros sarnentos. Ao mesmo tempo, investigações mostram que, no dia 7 de outubro, o exército fascista israelense foi responsável pela morte de boa parte de seus próprios civis.

Uma diferença marcante entre o tratamento dado a civis pelos “terroristas” do Hamas e o dado pelos “mocinhos” de Israel.

Confira, abaixo, a carta traduzia na íntegra:

“Aos generais que me acompanharam nas últimas semanas, parece que vamos seguir caminhos diferentes amanhã, mas agradeço do fundo do meu coração pela extraordinária humanidade demonstrada em relação à minha filha, Emilia.

Vocês foram como pais para ela, convidando-a para entrar em seus quartos sempre que ela desejava. Ela reconhece sentir que todos vocês são seus amigos, não apenas amigos, mas verdadeiramente queridos e bons.

Obrigado, obrigado, obrigado pelas muitas horas que passaram cuidando dela.

Obrigado por serem pacientes com ela e por mimá-la com doces, frutas e tudo disponível, mesmo quando não era possível.

Crianças não deveriam estar em cativeiro, mas graças a vocês e outras pessoas amáveis que encontramos ao longo do caminho, minha filha se sentiu como uma rainha em Gaza…

Em geral, ela reconhece sentir-se como o centro do mundo. Ela não encontrou ninguém em nossa longa jornada, desde os soldados até a liderança, que não a tratasse com gentileza, carinho e amor.

Eu serei sempre grata porque ela não saiu daqui com um trauma psicológico duradouro. Lembrarei do comportamento amável de vocês, concedido aqui apesar da difícil situação que vocês estavam enfrentando e das graves perdas que sofreram aqui em Gaza. Eu desejo que neste mundo possamos verdadeiramente ser bons amigos.

Desejo a todos vocês saúde e bem-estar… Saúde e amor para vocês e para as crianças de suas famílias.

Muito obrigado.

Danyal e Emilia”

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.