Vermonte e Ilinóis

Criança e estudante palestinos são assassinados nos EUA

Propaganda sionista ao redor do mundo tem causado todo tipo de crime contra palestinos e Árabes

Na noite do último sábado (25), três jovens palestinos foram baleados perto de um campus universitário em Vermonte, nos Estados Unidos, na cidade de Burlington. Os três foram identificados como Hisham Awartani, Kinnan Abdel Hamid e Tahseen Ahmed. Eles estão estudando em três universidades diferentes nos EUA.

Duas das vítimas são cidadãos norte-americanos e a terceira é residente legal nos EUA, todas com 20 anos, informou a polícia. No momento do ataque, dois dos homens estavam usando um keffiyeh, tradicional lenço xadrez preto e branco usado no Oriente Médio, segundo a polícia. Um suspeito, identificado como Jason J. Eaton, de 48 anos, foi preso na tarde de domingo.

As vítimas estavam falando árabe quando foram atacadas, de acordo com o Institute for Middle East Understanding, uma organização sem fins lucrativos pró-palestina. O instituto também disse que o agressor abriu fogo contra os três homens depois de começar a gritar e assediá-los. A polícia diz que ele disparou quatro tiros sem dizer uma palavra.

Há seis semanas atrás uma criança palestina de 6 anos foi brutalmente assassinada, com 26 facadas também nos Estados Unidos, o crime ocorreu em 14 de outubro, em Ilinóis. A mãe da criança também foi ferida no ataque. Os responsáveis pela investigação do caso conseguiram determinar que as vítimas foram alvos de Joseph Czuba, de 71 anos, devido ao fato de serem muçulmanas.

De acordo com Al Jazeera, sobre os três jovens baleados, “o incidente ocorreu em meio a um aumento dos sentimentos anti-palestinos nos EUA, com políticos republicanos e democratas apoiando a guerra de Israel em Gaza, apesar do crescente número de mortos palestinos e das crescentes acusações de crimes de guerra.”

Em nota publicada no Facebook, a Ramallah Friends School, na Cisjordânia, onde os três estudaram, aponta: “Embora estejamos aliviados por saber que eles estão vivos, continuamos incertos sobre a sua condição. Estendemos nossos pensamentos e orações a eles e suas famílias para uma recuperação completa, especialmente considerando a gravidade dos ferimentos – já que Hisham foi baleado nas costas, Tahseen no peito e Kinnan com ferimentos leves.”

Apesar de situações como essas, as manifestações em favor da Palestina e contra o Estado sionista de “Israel” tem aumentado significativamente, não apenas nos Estados Unidos, mas como todos os lugares do planeta.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.