Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Tête-à-tête

China aumentará previsão com gastos militares

A única maneira de se ter mais justiça social e menos opressão é através do fim da hegemonia imperialista.


Um projeto de orçamento de defesa para o ano de 2023 está programado para ser divulgado na abertura da sessão anual do Congresso Nacional do Povo (NPC) da China, a mais alta legislatura do país, de acordo com especialistas e analistas do portal Global Times, em março (1º), notícia que reproduzimos em parte nesta matéria.

Como resultado da modernização da defesa nacional da China, e das tensões com a sua segurança externa, com as quais a China está sendo confrontada, haverá incremento no investimento militar chinês para 2023

O orçamento para 2022 foi fixado em 1,45 trilhão de yuans (US$ 230 bilhões), um aumento de 7,1%, maior do que os 6,8% de 2021 e 6,6% em 2020. O país manteve crescimentos de um dígito em seu orçamento anual de defesa desde 2016. O especialista militar chinês, Fu Qianshao, disse ao Global Times que a China provavelmente continuará expandindo constantemente seu orçamento de defesa em 2023.

Foto: Os navios de desembarque anfíbio Wuzhishan (Hull 987), Kunlunshan (Hull 998) e Changbaishan (Hull 989) navegam lado a lado nas águas do Mar da China Meridional durante um treinamento marítimo exercício em 18 de novembro de 2020. Foto: Reprodução.

A modernização do Exército de Libertação do Povo Chinês requer um grande financiamento para adquirir equipamentos avançados e manter um alto nível de treinamento, disse Qianshao. Song Zhongping, especialista militar chinês e comentarista de TV, disse ao GT que a taxa de crescimento do orçamento de defesa da China para 2023 pode ser maior do que a de 2022.

O conflito Rússia-Ucrânia provocou uma grave deterioração da situação de segurança global. No lado chinês, a visita da então presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, acirrou as tensões na região chinesa de Taiwan em agosto de 2022; o imperialismo frequentemente promove um conflito potencial entre a China e os EUA, e o Japão rompeu com seu princípio militar apenas de defesa e começou a adquirir mísseis ofensivos que poderiam chegar à China.

Para não ficar sob a mira do imperialismo, a China vai melhorar a prontidão de combate de suas forças armadas, inclusive aumentando a aquisição de novas armas e equipamentos, intensificando exercícios realistas orientados para o combate e melhorando o bem-estar das tropas, que exigem financiamento extra, disse Song.

Com a superação da pandemia de COVID-19 e as tensões geopolíticas, o PIB da China expandiu 3% em 2022 e alguns economistas previram que o PIB da China poderia registrar um forte crescimento de 6%, no máximo, em 2023. O que aponta para um crescimento mais seguro do orçamento de defesa, disseram os especialistas.

Imagem: Orçamento de defesa da China em 2022. Gráfico: Reprodução

Aumentos globais de gastos

A última Lei de Autorização de Defesa Nacional dos EUA, assinada em dezembro de 2022, autorizou US$ 817 bilhões em gastos para o Pentágono para o ano fiscal de 2023, como informou a CNN na época, mostra que os gastos militares dos EUA permanecem três a quatro vezes maiores que os da China, mantendo os EUA no topo, em um momento em que algumas autoridades e líderes militares dos EUA têm alardeado um potencial conflito militar com a China.

Em dezembro de 2022, o Japão aprovou um projeto de orçamento de defesa recorde de 6,8 trilhões de ienes (US$ 51 bilhões) para o ano fiscal de 2023, marcando um aumento impressionante de 26,3% em relação a 2022, depois de prometer adquirir capacidades para atacar outros países, em uma grande mudança de política de guerra, o que basicamente é renunciar à constituição, informou a Kyodo News na época.

Alguns outros países como Índia, Reino Unido, França, Alemanha e Austrália estão planejando aumentar seus gastos com defesa, de acordo com relatos da imprensa internacional. Nos últimos anos, os gastos militares da China foram mantidos em cerca de 1,3% do PIB, enquanto o valor dos EUA é de cerca de 3,5% e a diretriz da OTAN é de 2%.

Se a China aderir à tendência global de aumento dos gastos com defesa, não deve ser considerada como participante de uma corrida armamentista, já que os gastos militares da China representam apenas uma pequena proporção de seu PIB, disse um especialista militar de Pequim que pediu anonimato ao Global Times.

Analisamos que, apesar do enfraquecimento político do imperialismo americano, os EUA consideram como base de uma política de domínio em todos os outros setores a superioridade militar e continuam investindo pesado na indústria bélica. A Rússia superou militarmente os EUA em armamento nuclear, o que provocou um fortalecimento, uma polarização, para o lado da Rússia em relação ao domínio imperialista. Ciente da necessidade de superar o imperialismo e seguindo o modelo russo, a China prevê mais investimentos militares a ponto de superar o poderio imperialista. A  única maneira de superar o imperialismo em todos os setores sem sofrer retaliações significativas é sendo superior e autossuficiente militarmente.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.