Ásia

Ataque a bomba mata 5 pessoas na Birmânia

Atentado se deu em complexo pertencente ao governo

A cidade de Myawaddy, localizada no sudeste do Mianmar, foi palco de um atentado à bomba em meio aos confrontos entre grupos pró-imperialistas e a junta militar de nacionalistas que governa o país. As explosões ocorreram no último domingo (3), mas ninguém ficou ferido, segundo informações da agência de notícias AFP e repercutidas pelo jornal golpista O Globo. (“Ataque a bomba em complexo do governo mata 5 pessoas em Mianmar”, 4/9/2023).

A junta militar que governa o país desde 2021 acusa grupos apoiados pelo imperialismo, como as Forças de Defesa do Povo (PDF) e o Exército de Liberação Nacional Karen (KNLA), de tentativa de reconstituir o governo comandado pela Nobel da Paz, Aung San Suu Kyi. Desde o golpe de 2021, o país do sudeste asiático vem sendo sacudido por turbulências políticas, mascando a tentativa da ditadura global de usar a nação para atacar a China, a exemplo do que fazem na Ucrânia com a Rússia. Na ocasião, o governo pró-imperialista do partido Liga Nacional pela Democracia (NDL, na sigla em inglês) foi derrubado por uma junta militar contrária ao imperialismo e apoiada pelos chineses.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.