Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Encenação farsesca

Rússia alerta para possível provocação do governo norte-americano

Os EUA , diante das ações militares vitoriosas da Rússia na Ucrânia, planejam executar ações de sabotagem em instalações biológicas onde há depósitos de resíduos radioativos.


A ação militar russa na Ucrânia para expulsar a presença da OTAN e desnazificar o país está sendo respondida pelo imperialismo com ainda mais provocações. É uma estratégia comum forjar ataques falsos em conjunto com os monopólios de imprensa para demonizar aqueles que se levantam contra o imperialismo e assim justificar ainda mais agressões. Foi feito recentemente na Síria, com o falso escândalo das armas químicas de Douma, foi feito esse mês na Ucrânia, com o falso escândalo de Bucha e agora o imperialismo prepara uma nova campanha: acusar a Rússia de usar armas de destruição em massa.

A intervenção imperialista na Ucrânia em 2014 criou um regime de ditadura baseada em milícias nazistas, não só isso como os EUA, com a participação do próprio filho de Joe Biden e de George Soros, financiaram a pesquisa de armas biológicas em diversos laboratórios. Esses laboratórios foram rapidamente destruídos pela ação militar russa e até hoje os EUA não apresentou nenhum tipo de justificativa para tamanho absurdo. A Ucrânia foi transformada pela OTAN em uma arma de agressão a Rússia, milhares de russos no país e também nas Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk foram assassinados pelos nazistas.

Com a entrada dos russos na guerra, que se iniciou depois do golpe de 2014, a campanha da imprensa imperialista se tornou cada vez maior. A campanha de cancelamento se tornou uma das maiores do mundo, ela atingiu atletas, músicos, professores, a literatura russa e chegou até a própria letra Z, símbolo usado pelas tropas russas que se tornou um símbolo internacional de apoio a Rússia. Foi também criada uma realidade inventada em que os russos massacram a sangue frio os ucranianos quando todos sabem que a guerra está sendo travada da forma mais cuidadosa possível para não atacar desnecessariamente a população civil ucraniana.

Dois casos se destacaram, o do teatro de Mariupol e o do massacre de Bucha, ambas invenções completas da imprensa imperialista, a maior indústria de notícias falsas da história da humanidade. Enquanto isso são escondidas todas as atrocidades dos nazistas, que antes da guerra assassinaram mais de 14 mil pessoas, torturaram, usam os civis de escudo humano, perseguem a esquerda, os LGBTs, os ciganos, amarram pessoas em postes em praça pública, etc. A desnazificação que Putin almeja, algo importantíssimo, é ridicularizada pela imprensa que defende os nazistas para atacar a Rússia.

Agora diversos incidentes com substâncias químicas indicam que os EUA preparam mais uma manobra. O Ministério da Defesa russa alertou que o governo da Ucrânia está entregando antidotes de substâncias tóxicas, outra denuncia é de que Kiev pretente atacar um depósito de resíduos radioativos na povoação de Kamenskoe. Ainda no dia 9 de março, as Forças Armadas da Rússia detectaram, na região de Kherson, três drones equipados com recipientes de 30 litros e equipamento para dispersão de substâncias. E por fim o ministério informou que, em 21 de abril, um drone jogou contra as tropas russas no país um recipiente com ampolas que deveria provocar uma explosão, o material ainda está em análise.

O comandante das Tropas de Proteção Radiológica, Química e Biológica, Igor Kirillov. Afirmou: “Em relação aos incidentes químicos, será aplicado o mecanismo atributivo da Organização para a Proibição de Armas Químicas, que permite fabricar as provas necessárias e designar os culpados à vontade, o que já aconteceu múltiplas vezes no decorrer de investigações de incidentes químicos na Síria” Citando o famoso caso da Síria em que o imperialismo utilizou do ataque falso para bombardear ainda mais o país árabe.

A suspeita dos russos é de que o reduto do batalhão nazista Azov, a fábrica da Azovstal em Mariupol, seria um dos possíveis locais em que se utilizariam os substâncias químicas para acusar os russos. Esse foi um dos motivos que Vladimir Putin definiu que a fábrica não seria atacada. A cidade de Mariupol já foi libertada pelo exército russo e a milícia popular de Donetsk a agora os nazistas estão cercados e devem se render no futuro próximo, o processo de desnazificação da Ucrânia e de Donetks e Lugansk segue com sucesso.

Frente aos ataques do imperialismo contra a Rússia não há como hesitar, é preciso se colocar totalmente ao lado do povo oprimido que luta por sua libertação. Não se pode cair na campanha da imprensa imperialista que inventa de tudo para atacar a nação russa. Todo apoio à Rússia contra as provocações do imperialismo! Pelo fim da OTAN!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.