Por quê estou vendo anúncios no DCO?

O Povo escolherá

Referendo sobre a adesão da LPR à Rússia será realizado

Anteriormente, foi anunciado que a república pode realizar um referendo onde seus moradores expressariam sua opinião sobre a adesão à Rússia


Um referendo sobre a adesão da República Popular de Lugansk (LPR) à Rússia será realizado em 492 locais de votação, disse o presidente da Câmara Pública da república, Alexey Karyakin.

“Iniciou-se o trabalho de formação do grupo de observadores nas assembleias de voto, haverá um total de 492 deles na LPR”, disse ele à agência de notícias Luganskinformcenter.

O governante reiterou que na reunião de 15 de julho da Câmara Pública foi iniciada a criação da sede do referendo. “Atualmente, o trabalho já está em andamento nesta pista”, acrescentou.

Mais cedo, o chefe da LPR, Leonid Pasechnik, disse que a república pode realizar um referendo onde seus moradores expressarão sua opinião sobre a adesão à Rússia. Dito isso, ele observou que a principal tarefa no momento era a libertação de todo o território da república do exército ucraniano e só então o referendo pode ser considerado. Em 3 de julho, o ministro da Defesa russo, Sergey Shoigu, informou ao presidente Vladimir Putin que a LPR havia sido completamente liberada.

Por sua vez, o embaixador da República Popular de Lugansk em Moscou, Rodion Miroshnik, disse à TASS que o referendo sobre a adesão à Rússia definitivamente ocorrerá na república assim que a segurança for garantida. Em 17 de junho, a Comissão Eleitoral Central da LPR aprovou o procedimento para a criação de assembleias de voto e referendo.

A situação na linha de engajamento do Donbass se agravou em 17 de fevereiro. Em 21 de fevereiro, o presidente russo Vladimir Putin anunciou a decisão de reconhecer a soberania das Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk. Os tratados de amizade, cooperação e ajuda mútua foram assinados com seus líderes. Em 22 de fevereiro, a Duma do Estado e o Conselho da Federação ratificaram ambos os documentos, e o líder russo assinou as respectivas leis no mesmo dia.

Putin disse em um discurso televisionado em 24 de fevereiro que, em resposta a um pedido dos chefes das repúblicas do Donbass, ele tomou a decisão de realizar uma operação militar especial para proteger as pessoas “que vêm sofrendo abusos e genocídios por parte dos regime de Kiev por oito anos.”


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.