Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Fora OTAN da Sérvia!

O Cossovo é da Sérvia

O pretotardo do imperialismo foi criado a partir de uma intervenção militar da OTAN na Sérvia em 1999, é preciso expulsar as tropas norte americanas do país e reunificar a Sérvia!


No último fim de semana, em Cossovo, iniciou-se mais um conflito devido à proibição da utilização de automóveis com placas da Sérvia. Trata-se de um desenvolvimento da crise que começou com a intervenção imperialista por meio da OTAN, que separou o território autônomo do Cossovo da Sérvia, declarando-o um país independente, que não é reconhecido internacionalmente. O confronto no Cossovo é mais um caso de disputas de território que entram na discussão sobre a autodeterminação dos povos. E nesse caso o povo oprimido são os próprios sérvios.

A Sérvia nasceu na região onde fica o Cossovo, em 1389 na batalha do Cossovo, quando sérvios venceram os otomanos que invadiam a região. Muitos séculos depois, em 1945, a revolução da Iugoslávia, liderada por Tito, deu origem a um país socialista onde não havia grandes confrontos entre as diferentes nacionalidades da região. Havia uma grande autonomia das repúblicas da Sérvia, Croácia, Montenegro, Macedônia, Eslovênia e Bósnia e Herzegovina, bem como os territórios autônomos do Cossovo e da Voivodina. A questão do Cossovo na realidade envolve uma disputa com a Albânia, um país vizinho.

O que deu origem à disputa foi o crescimento da população albanesa no Cossovo, que acabou tornando a região, que fica dentro da Sérvia, em uma região de maioria albanesa. Na década de 1980, com a crise da Iugoslávia o imperialismo se aproveitou das disputas entre as diferentes nações internas e também com os albaneses para destruir completamente o país. O processo de dividir uma nação em sete foi um dos mais bem-sucedidos projetos do imperialismo e deu origem ao termo balcanização, devido ao nome da região em que se localiza a Iugoslávia, os Bálcãs.

A Sérvia sempre foi a principal nação da região, foi quem liderou o processo de independência da Iugoslávia contra o domínio dos otomanos, era onde ficava a capital do país, Belgrado, e até hoje é o principal país da região que segue em confrontos com o imperialismo, sendo aliada da Rússia. Durante anos a Iugoslávia foi perdendo seus territórios e se tornando apenas o território sérvio, a Eslovênia se separou, a Croácia, a Bósnia e Herzegovina, Montenegro e a Macedônia. Em 1999 o próximo alvo era o próprio Cossovo, e a OTAN entrou em campo para separar mais este território.

Em 1999, a Sérvia foi bombardeada por mais de 2 meses pelas forças aéreas da OTAN, foi uma das primeiras grandes atrocidades dessa aliança militar do imperialismo. Não só isso como o Cossovo foi ocupado militarmente pela OTAN, bases militares foram montadas e o território se tornou basicamente um protetorado do imperialismo, uma base para atacar a Sérvia e todos os países da região que ousem se levantar contra o domínio dos monopólios. Além disso, o Cossovo foi utilizado como laboratório neoliberal na região para espalhar essa política econômica.

Os sérvios, que se tornaram a minoria no Cossovo também são oprimidos em seu próprio país, isso com o apoio do próprio imperialismo. Esse foi o acontecimento do último fim de semana, uma lei racista que impede que os sérvios tenham carros com a placa de seu país. Os direitos dessa minoria são cada vez mais reprimidos mostrando que não há nenhuma real importância com os direitos democráticos dos “cossovares” mas sim uma política repressiva com a Sérvia para mantê-la sobre o controle do imperialismo.

Aqui vale uma breve discussão sobre a autodeterminação dos povos. O imperialismo, que oprime todos os povos do mundo, invade e bombardeia dezenas de nações em alguns casos muito específicos parece defender esse direito democrático de autodeterminação. Na realidade em todos os momentos que o imperialismo defende essa posição há uma política cínica por trás para atacar outras nações que também não estão tendo seu direito a autodeterminação respeitados. O caso da Iuguslávia em si é um ótimo exemplo, o país se fragmentou não com interferência dos EUA e da Europa e não devido a luta de seus povos. No auge da luta, no processo revolucionário em 1945 o país se unificou. O mesmo é valido para a Ucrânia e a Rússia, na revolução as repúblicas socialistas se unificaram.

O imperialismo defende a “autodeterminação” dos países em que eles impõe uma ditadura brutal, na Ucrânia com o governo nazista de Zelensky, em Taiwan com os fascistas seguidores de Chiang Kai Chek, no Kurdistão iraquiano onde combateram o governo de Sadam Hussein e no Cossovo que se tornou uma verdadeira colônia com a estátua de Bill Clinton, ex presidente dos EUA estando exposta em praça pública na capital do país. Já em casos reais de autodeterminação como o Afeganistão e Donetsk e Lugansk o imperialismo se coloca frontalmente contra.

A verdade é que a Iugoslávia se desagregou quando não teve a sua autodeterminação respeitada pelo imperialismo, a tendência dos povos daquela região, em sua luta contra o imperialismo é a da reunificação, assim como a Alemanha foi dividia pelo imperialismo e depois reunificada, o Vietnã e é o mesmo processo que passa a Coreia. É preciso defender os direitos dos sérvios e defender a sua luta contra a intervenção imperialista. O Cossovo é da Servia!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.