Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Izadora Dias

Izadora Dias é militante do Partido da Causa Operária em São Paulo, coordenadora do coletivo João Cândido e integrante da secretaria de organização do PCO. É militante anti-imperialista e anti-identitária. É estudante da USP e, além de colunista do Diário Causa Operária, participa do programa matinal da Causa Operária TV, o Reunião de Pauta, às sextas-feiras.

Popular de verdade

Imagina se o PCO não fosse boicotado

Mesmo sem receber fundo eleitoral até agora e com todas as redes sociais fechadas pelo STF, o Partido da Causa Operária aparece nas pesquisas de intenção de voto


Desde do dia 2 de junho, o Partido da Causa Operária teve as suas redes sociais fechadas por decisão do ministro Alexandre de Moraes. Entre eles se incluíram-se o canal que apresentava os programas dos militantes do Partido com 110 mil inscritos, o Twitter com 50 mil seguidores, além de outras redes como o Instagram, Telegram com milhares de seguidores.

Não bastasse a censura do Partido na internet para impedir que o público acesse as suas informações, o PCO está, até o momento, sem receber o seu fundo eleitoral que deveria ter sido pago no dia 15 de agosto. Os R$ 3 milhões, que já são insuficientes para realizar uma ampla campanha eleitoral, ainda não chegaram ao caixa do Partido, dificultando ainda mais a divulgação da legenda.

Mas apesar de toda a tentativa da burguesia para que a população não tenha acesso às ideias do Partido, o PCO só cresce e em inúmeras pequisas de intenção de votos em vários Estados diferentes a agremiação tem aparecido.

Em São Paulo, o companheiro Antônio Carlos tem 3% de intenção de votos para o Senado, ficando em terceiro lugar. No Distrito federal, Renan Arruda tem 2% de intenção de votos para governador. Em São Paulo, para o cargo de governador, Edson Dorta está empatado com o PCB e o Novo, com 1%. Lourdes Melo também aparece nas pesquisas para o governo do estado de Piauí com 2%. Em Santa Catarina, para o governo, o PCO tem 1% de intenção e 2% para o Senado, à frente do PSOL.

Esses números das pesquisas são um reflexo do apoio cada vez maior que o partido recebe. A parcela da população que chega a conhecer as ideias, o programa, as reivindicações do PCO, logo se identifica com o Partido. E se levarmos em consideração que as pesquisas são controladas, o apoio ao PCO é ainda maior e não aparece totalmente nas pesquisas.

Importante destacar que o PCO compete com partidos que recebem fundo eleitoral na casa de centenas de milhões, ou seja, a política do Partido de fato é muito popular e é exatamente por esse motivo que os seus inimigos tentam, a todo custo, impedir que as pessoas conheçam o Partido da Causa Operária. Além disso, não se pode deixar de reconhecer que a tentativa de Alexandre de Moraes de censurar o partido fechando as suas redes, como também de não liberar o fundo eleitoral, desperta a curiosidade da população, assim como gera revolta nos simpatizantes por saberem que enquanto alguns partido recebem centenas de milhões, um partido de professores, operários, estudantes, não recebe os R$ 3 milhões que seriam seus por direito.

A situação é clara, podem tentar, mas a burguesia não tem como controlar a popularidade das ideias revolucionárias!

 


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.