Por quê estou vendo anúncios no DCO?

26/07/1953

Há 69 anos, começava a Revolução Cubana

Movimento 26 de Julho foi inaugurado após tentativa falhada de invasão ao Quartel Moncada


A Revolução Cubana de 1959 foi um ataque direto ao sistema de controle imperial dos Estados Unidos e teve um grande marco em 26 de julho de 1953 já se iniciava um movimento que derrubaria o governo do general Fulgêncio Batista em Cuba. A origem do movimento se deve ao ataque falho no Quartel Moncada em Santiago de Cuba em 1953. A ação foi liderada pelo então estudante Fidel Castro para pegar armas e munições para fortalecer o movimento revolucionário.

O assalto ao quartel foi liderado por Fidel Castro e o movimento tinha nos planos também tomar dois prédios vizinhos por outras duas tropas. No caso, a tropa de Raul Castro se ocuparia de tomar o Palácio da Justiça, enquanto que a tropa de Abel Santamaria Cuadrado se ocuparia de tomar o hospital militar. O ataque da tropa principal liderada por Fidel foi descoberto e, em seguida, as tropas foram rendidas pelas tropas que faziam a guarnição.

A tropa que foi ao hospital foi rendida e Abel Santamaria foi feito prisioneiro pelos seus algozes. Abel era considerado a alma do movimento revolucionário e, naquele momento, foi iniciado sua tortura pelos verdugos que exigiam o nome do líder do ataque, que vazaram seus olhos e queimaram seus braços. Nada disse Abel aos seus algozes.

O ataque foi falho no quesito militar, no entanto foi a principal vitória política e que desencadearia a revolução cubana de 1959. Após a prisão dos integrantes das tropas rebeldes, foram iniciados os processos de julgamento no qual Fidel escolheu fazer sua própria defesa, indicando a urgente necessidade de derrubar o governo do ditador Batista para que pudessem melhorar as condições de vida da ilha.

Em sua defesa, Fidel dispara “É preciso ter muita fé em seu país para fazer tal coisa. A lembrança desses atos de idealismo me leva diretamente ao capítulo mais amargo desta defesa – o preço que a tirania os fez pagar por querer libertar Cuba da opressão e da injustiça“. Ao final de sua defesa, ele diz que “A história me absolverá”, frase essa que ficou conhecida como a defesa de Fidel Castro.

A situação política já estava efervescente após o ataque dos rebeldes ao quartel e, em 1955, os presos políticos libertos foram anistiados e Fidel se direcionou ao México em seu exílio. Nesse período, foi criado o embrião da guerrilha, o “Movimento de 26 de Julho” e foi nesse exílio que Fidel conheceu Che Guevara e o convenceu a participar do processo que resultaria no grande ataque ao sistema imperial que foi a Revolução Cubana.

O dia 26 de Julho é conhecido como o dia da Rebeldia Nacional, um feriado em Cuba que serve para lembrar do início da história do movimento revolucionário. Até a vitória!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.