Por quê estou vendo anúncios no DCO?

O petróleo é do Brasil!

FUP pressiona Lula a reverter privatização da Petrobrás

Está na hora de outra campanha "O petróleo é nosso". Pela re-estatização da Petrobrás e por combustíveis a preços justos e baratos para a população.


A Federação Única dos Petroleiros (FUP), apesar da comemoração óbvia com o resultado da eleição que levará Lula a ocupar a presidência do país em 2023, teme que até o final deste ano o atual governo tome decisões visando a privatização da Petrobras. A entidade acertadamente espera que o novo governo devolva a empresa para o papel que ela deveria cumprir e do qual nunca deveria ter sido desviado, ou seja, fornecer combustíveis baratos para o povo e promover o desenvolvimento do país. E por isso a  Petrobrás é uma das estatais mais importantes para o país.

A entidade divulgou uma nota nesta segunda-feira (31) onde afirma que “Até a posse do presidente eleito, em 1º de janeiro de 2023, a categoria petroleira seguirá vigilante em defesa da preservação da Petrobras e demais empresas estatais”. A FUP denuncia que desde o início da gestão Bolsonaro foram privatizados 63 ativos da Petrobras, “sem transparência, e a toque de caixa”, onde há a preocupação de que até o final do ano mais vendas sejam realizadas.

De acordo com a federação, o processo de privatização continua avançando, pois é interesse de Paulo Guedes preparar a privatização da empresa o mais rápido possível. Assim, já durante a campanha eleitoral, a FUP contribuiu com sugestões para o programa de governo de Lula, com propostas para o fortalecimento da Petrobras como indutora do desenvolvimento regional e nacional e uma nova política de preço de combustíveis que leve em conta que o país é autossuficiente em petróleo e grande parte de seus custos é em real.

A nota divulgada denuncia ainda que “A atual política de preço de paridade de importação (PPI), que se baseia nas cotações internacionais do petróleo, na variação do dólar e nos custos de importação, só interessa aos grandes acionistas, majoritariamente estrangeiros, que vêm recebendo dividendos recordes…”.

A nota lembra também que, com o PPI, os preços dos combustíveis no governo Bolsonaro (de 1º de janeiro de 2019 até o momento) atingiram reajustes recordes nas refinarias. A gasolina subiu 118,3%, o diesel, 165,9%, e o gás de cozinha 96,7%.

A manifestação da FUP é bastante oportuna, pois não devemos esperar 2023 chegar. É preciso desde já pressionar o futuro governo a estabelecer diretrizes que visem realmente ao desenvolvimento do Brasil. E, ao mesmo tempo, devemos também cobrar que o governo Lula interrompa o roubo escancarado de nosso petróleo por parte do imperialismo, o que se intensificou após o golpe de estado de 2016. Devemos exigir do futuro governo Lula a re-estatização completa da Petrobrás e das estatais vendidas a preço de banana, assim como também devemos exigir combustíveis a preços baratos e justos para a população, afinal a empresa possui total capacidade de produzir 100% da gasolina e do diesel que consumimos.

Está na hora de outra campanha “O petróleo é nosso”, como aquela da era Vargas nos anos 50 que estabeleceu o monopólio estatal da exploração, refino e transporte do petróleo. O petróleo é do Brasil e não de capitalistas estrangeiros sanguessugas que nem sabem apontar num mapa onde o país se situa. Queremos gasolina a preço de real (R$) e não a preço de dólar (US$). A Petrobrás é dos brasileiros.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.