Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Uma mostra do quem vem por aí.

Ciro evidencia que direita não vai esquecer os “crimes” de Lula

Desempenhando o papel para o qual foi contratado pela burguesia golpista, ex-governador faz de Lula seu alvo principal e mostra como deve ser a campanha contra o ex-presidente.


Nesta sexta-feira, dia 20 de maio de 2022, ocorreu um “debate” entre Ciro Gomes, pré-candidato à presidência pelo PDT, e Gregório Duvivier, apresentador do programa Greg News, da HBO.

O “debate” ocorreu em razão de o programa Greg News, do dia 13/05/2022 (a sexta-feira anterior), ter sido sobre Ciro Gomes. Na ocasião, Gregório Duvivier fez críticas ao pré-candidato, chamando os eleitores de Ciro a votarem em Lula, a fim de “salvar a democracia”.

No dia 17 de maio de 2022, Ciro Gomes postou um vídeo em suas redes sociais reagindo ao Greg News do dia 13, e convidando Gregório Duvivier para um “debate”.

Conforme já foi dito, o debate ocorreu nessa última sexta-feira, dia 20. Como era de se esperar, a ocasião serviu de palanque para Ciro Gomes atacar Lula e sua candidatura.

Chamou Lula de “ignorante e corrupto”; disse que Lula “não foi inocentado… que isto é mentira do PT”; disse que defender a candidatura de Lula é “defender picaretagem intelectual, apologia da ignorância e roubalheira pura e simples…”.

Como cereja do bolo, disse que uma vitória de Lula no primeiro turno daria a Bolsonaro “todas as razões mentirosas, canalhas e fascistas para crescer sua tentativa de golpe, porque o Lula nunca ganhou uma eleição em primeiro turno”.

Em suma, estamos diante de mais um episódio em que Ciro aproveita os holofotes midiáticos para atacar Lula e sua candidatura com todas as armas que estejam ao seu alcance, utilizando-se especialmente da cantilena fascista impulsionada pela direita tradicional durante a campanha pelo Golpe de 2016. Em outras palavras, diz que Lula é corrupto, que o PT é o partido mais corrupto da história, que destruiu a economia, etc.

Esse novo episódio é mais um que deixa claro o que o Partido da Causa Operária vem dizendo há tempos sobre Ciro Gomes: é um abutre da política nacional. É um direitista vende pátria que, nos últimos anos, vem tentando se passar por político de esquerda nacionalista.

Essa tentativa nada mais é do que uma manifestação da tarefa que lhe foi atribuída pelo setor da burguesia por trás da terceira via, para as eleições deste ano. É a mesma tarefa que Ciro “o abutre” Gomes cumpriu nas eleições de 2018

Que tarefa é esta?

Tirar votos de Lula, minando sua candidatura, fazendo-o perder as eleições. Caso não consiga fazê-lo perder as eleições, a diminuição de votos serve para fragilizar eventual governo de Lula, sob o argumento de que não teria tanta legitimidade popular.

Seu alvo é aquele setor de classe média de esquerda que busca motivos para não apoiar Lula. Trata-se de uma esquerda pequeno-burguesa que vive a reboque da política do imperialismo e do setor da burguesia brasileiro mais próximo do imperialismo.

Este episódio é mais uma demonstração de que o imperialismo e sua principal correia de transmissão na política brasileira, a direita tradicional, não querem Lula eleito.

Estão tentando todas as manobras possíveis dentro do atual cenário político para evitar que o ex-presidente seja eleito novamente.

E, caso falhem nessa tentativa, e Lula seja reeleito, já estão preparando o terreno para controlar por completo o novo governo petista e, no momento oportuno, darem um novo golpe de Estado.

A infiltração de Alckmin e outros lixos golpistas na campanha de Lula são a prova cabal disto.

E a política do PT (de aceitar e mesmo convidar esse lixo que busca ser reciclado) é uma política totalmente suicida que coloca em risco até mesmo sua própria eleição, pois desmoraliza o ex-presidente diante daqueles que são sua força política: os trabalhadores da cidade e do campo.

Assim, é preciso deixar claro duas coisas:

1 – O imperialismo e a direita não querem Lula. Caso não consigam emplacar um dissimulado da terceira via, irão fechar com Bolsonaro, assim como fizeram em 2018. Não são nem um pouco democráticos, muito menos antifascistas. Pelo contrário, são tão fascistas quanto Bolsonaro e os militares. Apenas são melhores em serem cínicos e dissimulados. Aliar-se com a direita tradicional, como o PT e Lula vêm fazendo, é uma política suicida, que inevitavelmente levará à derrota.

2 – Ciro Gomes é abutre, um oportunista a serviço da terceira via. Sua tarefa é se apresentar como esquerdista, como nacionalista, para tirar votos de Lula, a fim de que o ex-presidente seja derrotado nas eleições de 2022.

Já que Ciro “o abutre” Gomes gosta de holofotes, o Partido da Causa Operária fica contente em colocar esse oportunista no centro das atenções, a fim de desmascarar toda sua picaretagem, e por abaixo sua farsa de esquerdista e de nacionalista.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.