Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Farsa

Burguesia faz demagogia com mulheres para prender seus opositores

Assédio sexual é tema que está em alta na imprensa golpista em ano eleitoral é preciso abrir o olho e denunciar que pode estar em marcha novo golpe contra o candidato da esquerda


Em uma coluna na Semana passada, falando sobre o inquérito aberto por assédio sexual, contra o presidente Caixa Economica Federal, Pedro Guimarães, o porta voz da burguesia na imprensa golpista (O Globo), Merval Pereira, cantou a bola – como já fez em outras ocasiões – que está em marcha uma campanha de difamação utilizando o mesmo argumento (assédio sexual) contra o ex-presidente Lula.

Segundo o articulista do principal jornal da 3ª via, Luiz Inácio Lula da Silva também tem o rabo preso em relação à questão do assédio sexual, “que seu passado o condena”. É uma coluna curiosa, literalmente de ataque em menor grau a Bolsonaro e bem agressiva contra Lula e o Partido dos trabalhadores. Inclusive com um título bem sugestivo “Umas pedras no caminho”.

É importante lembrar que esse tipo de acusação tem sido usada para linchar publicamente e até mesmo prender adversários políticos, figuras importantes do cinema, atletas e muitos outros, no Brasil e no mundo. O caso Julian Assange, Evo Morales, Johnny Depp e etc. tem e mesma linha de perseguição e claramente os mesmo interesses, ligados às mesmas pessoas, do imperialismo.

A manobra parece já estar pronta, só escolhem quem querem atingir e colocam o plano em ação. A imprensa explode em campanha demagógica em defesa da mulher, e até o cidadão acusado provar que focinho de porco não é tomada a coisa já se alastrou como uma bomba. Isso serviria de forma muito oportuna para a burguesia para mudar os rumos da eleição.

Em seu artigo n’O Globo, o próprio Merval Pereira alerta que um candidato novo pode mudar os rumos da eleição. Agora veja bem, quem é a representante da 3ª via nesse momento? Simone Tebet, uma mulher, até então desconhecida da opinião pública, “democrática”, “moderada”, e tudo mais de adjetivos bons que a imprensa golpista puder colocar.

Nesse meio a esquerda pequeno burguesa terá seu papel. Os identitários, levam a campanha da burguesia contra o candidato de esquerda a ferro fogo, alegando histericamente a defesa da mulher, a “luta” contra o assédio sexual. Não há dúvidas de que isso pode acontecer e que deve estar inclusive já montado nos bastidores da política nacional.

Os julgadores desses processos, todos sabemos quem são. Juízes não eleitos, com interesses próprios, e prontos para qualquer canalhice que não seja realmente agir na lei. Visto os casos dos processos do Mensalão, da Lava Jato, enfim, instituições para agir em favor da burguesia, contra qualquer resquício de democracia ou a favor do povo, é o que não falta no Brasil.

Portanto não há a mínima possibilidade de uma imprensa golpista ligada ao imperialismo, defender os direitos de mulher nenhuma. A demagogia é feita para ataque contra opositores. Os golpes de Estado, as invasões do imperialismo mundo afora traz resultados catastróficos para as mulheres de todo planeta.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.