Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Defesa anti-imperialista

A contra-espionagem militar de Cuba

No início de novembro foi comemorado o 60º aniversário da fundação da Contra-espionagem Militar


─ Yaima Puig Meneses, Granma ─ O general-de-exército Raúl Castro Ruz, líder da Revolução Cubana, presidiu no sábado, 5 de novembro, o ato político e a cerimônia militar por ocasião do 60º aniversário da fundação da Contra-espionagem Militar, constituída em 7 de novembro de 1962, e cuja história é, por muitas razões, a própria história da Revolução.

Aos chefes, oficiais, oficiais subalternos, cadetes, sargentos, soldados e trabalhadores civis da Contra-espionagem Militar, o general-de-exército transmitiu suas mais calorosas felicitações, em uma carta lida na comemoração pelo general-de-divisão Victor Rojo Ramos, chefe da Diretoria Política das Forças Armadas Revolucionárias (FARs).

Na carta, Raúl expressou sua certeza de que os membros deste prestigioso órgão «continuarão preservando, com o profissionalismo e honestidade que os caracteriza, a segurança das Forças Armadas Revolucionárias e o trabalho da Revolução».

Desafios, compromissos, história, integridade e reconhecimento foram discutidos na homenagem, realizada na Escola Militar Superior Comandante Arides Estévez Sánchez, onde estiveram presentes os membros do Bureau Político, General-de-corpo-de-exército Álvaro López Miera e o general-de-divisão Lázaro Álvarez Casas, ministros das Forças Armadas Revolucionárias e do Interior, respectivamente. A eles se juntou uma representação dos principais chefes das duas instituições armadas, bem como fundadores e aposentados da Contra-espionagem Militar.

Após o relatório do chefe das tropas e a revisão das tropas, com a saudação correspondente do oficial revisor, tomou a palavra a capitã Roxana Díaz Prieto, membro da Contra-espionagem Militar, que, em nome das novas gerações de oficiais, reconheceu que, embora muito trabalho tenha sido feito, os desafios à frente são ainda maiores.

«Para os revolucionários não há descanso, temos que estar unidos e trabalhar para continuar consolidando as conquistas que alcançamos», enfatizou.

Em suas palavras, a jovem oficial ratificou ao «Partido, ao general-de-exército Raúl Castro Ruz e ao povo de Cuba, que os substitutos estão garantidos, porque os combatentes da Contra-espionagem Militar jamais decepcionarão a confiança que a liderança da Revolução depositou em nós».

Esta manhã de homenagem foi também a ocasião para o general-de-exército receber, das mãos do general-de-divisão José Miguel Gómez del Vallín, chefe da sede da Contra-espionagem Militar, um diploma em reconhecimento a sua condição de chefe fundador deste corpo das Forças Armadas Revolucionárias e seu trabalho nas últimas seis décadas como educador por excelência de gerações de oficiais.

Por sua vez, o líder da Revolução Cubana apresentou um reconhecimento à Contra-espionagem Militar, cujos membros se distinguem por sua dedicação, responsabilidade e modéstia no cumprimento de suas tarefas, que nos últimos 60 anos têm protegido a instituição armada contra os planos do inimigo interno e externo.

«A data que estamos celebrando é um dia glorioso para aqueles de nós que foram treinados neste corpo e um privilégio para aqueles de nós que têm o prazer de comemorar este 60º aniversário”, disse o chefe do quartel-general da Contra-espionagem Militar, quando proferiu as palavras centrais do ato político e cerimônia militar que culminou com o desfile das tropas.

Para os revolucionários não há descanso, temos que estar unidos e trabalhar para continuar a consolidar as conquistas que alcançamos. Photo: Estudio Revolución

Após uma breve visão geral dos vários momentos da luta revolucionária, que ao longo dos anos se tornaram as raízes fundadoras da Contra-espionagem Militar, o general Gómez del Vallín lembrou em particular o papel desempenhado pelo Comandante-em-chefe e pelo general-de-exército ao longo destas décadas.

Em seu discurso, também reconheceu os fundadores, heróis e mártires, dos quais herdamos, disse, «seu sacrifício, bravura e atitude revolucionária; os colaboradores que trabalharam ao nosso lado; e particularmente os jovens, que em cada época imbuíram seu espírito de trabalho e cimentaram a Revolução com o suor do sacrifício».

«Para os combatentes da Contra-espionagem Militar», disse, «não há alternativa a não ser trabalhar de forma sistemática e inteligente, com um uso racional e eficiente das forças e meios à nossa disposição, com base na mais profunda convicção da importância do trabalho que fazemos».

Este aniversário, ressaltou, deve ser um «momento de reflexão e análise crítica necessária de tudo o que fazemos, onde prevaleça a objetividade e um alto grau de rigor profissional, desprovido de critérios triunfalistas que nos dificultam apreciar a realidade em toda sua crueza e nuances».

Em meio a tantos desafios que definem o cenário atual do país e constituem um enorme desafio para os homens e mulheres que compõem as fileiras deste corpo militar, o chefe do quartel-general da Contra-espionagem Militar considerou uma honra que o general-de-exército lidere, oriente e exija de todos que «a cada dia nos tornemos mais profissionais, disciplinados, eficientes e melhores combatentes, para cumprir as complexas tarefas e missões que nos esperam».

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.