Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Dia de Hoje na História

20/12/1924: Adolf Hitler é liberto da prisão de Landsberg.

A primeira tentativa de golpe de Hitller lhe custou nove meses de prisão, durante os quais ele planejou seu projeto genocida com apoio da burguesia alemã


O líder fascista alemão Adolf Hitler ficou preso em Landisberg por sete meses após uma tentativa frustrada de golpe. Hitler liderou o Partido Nazista, que foi criado em 1920, de 1921 a 1945. No início desse período, ele se aproximou do general Erich Ludendorrf, que havia participado da Primeira Guerra Mundial, e juntos tentaram tomar o poder no Estado da Baviera. O golpe frustrado ficou conhecido como Putsch da Cervejaria (ou Munique), e custou a Hitler uma prisão de nove meses, durante os quais ele escreveu seu livro controverso Mein Kampf e também conquistou importantes aliados para sua posterior chegada ao poder.

A tentativa de Hitler fora realizada em uma cervejaria em Munique, ao interromper um discurso do Comissário do Estado, Gustav Kahr, anunciando a proximidade de uma revolução e formação de um novo governo apoiado pelo general Ludebdorff, além de ameaçar diversos comissários presentes no local.

Hitler ordenou, pouco tempo depois, uma ocupação dos principais quartéis da Polícia, mas sem apoio das forças policiais da Baviera, a tentativa de golpe foi duramente reprimida pelas autoridades alemães, que ainda atearam fogo nos chamados inimigos do Estado.

No dia 11 de novembro de 1923, acusado de traidor da pátria, Hitler é preso e levado à corte popular de Munique no ano seguinte. No julgamento, fez seus discursos em prol da sua causa e conquistou desde já aliados, mas fora condenado a cinco anos de prisão em Landsberg.

Na prisão, recebeu visitas, apoiadores, cartas e escreveu Mein Kampf (Minha Luta), que detalha seus planos racistas em prol da “superioridade” ariana.

Hitler, embora condenado a cinco anos de prisão, ficou apenas nove meses preso, o que lhe permitiu organizar o partido nazista. Fora libertado em 20 de dezembro de 1924, conseguindo até ser perdoado pela Suprema Corte da Baviera, apesar da objeção do Gustav Kahr, seu primeiro alvo no Putsch da cervejaria.

Ao sair da prisão, proibiram Hitler de fazer discursos públicos, seu Partido Nazista fora banido da Baviera, mas nada disso o impediu de futuramente chegar a ser chanceler e depois controlar o território alemão para massacrar a população operária, suas instituições e, sobretudo, os comunistas.

A ascensão de Hitler ao poder, apesar de sua prisão nesse período, se deu com toda conivência da burguesia alemã, que pariu a serpente nazista para impedir o progresso e organização da classe operária na Alemanha da primeira metade do século XX.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.