Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Abaixo as intervenções!

Cuba, exemplo de emancipação contra o imperialismo

Povo da ilha derrotou, mais uma vez, a desestabilização promovida pelos EUA

passagem aerea cuba havana voesimples 01

─ Madeleine Sautié, Granma ─«A estratégia do chamado 15N falhou. O povo cubano não tomou as ruas para apoiar a anunciada marcha pacífica, nem panelas bateram; nem mesmo o povo se deu ao trabalho de se vestir de branco, como solicitado por um chamado daqueles dias. O principal promotor, o governo dos EUA, que nos meses anteriores não se cansou de promover a tão esperada manifestação e de emitir ameaças contra as autoridades da Ilha se ousassem reprimir o surto com que sonhavam, fracassou. O núcleo fascista de Miami falhou com sua carga de ódio. Os “líderes” locais, que têm milhares de seguidores no Facebook, mas muito poucos na vida real, falharam. E a grande mídia e a pequena mídia, mais ocupada em provocar a notícia do que em reportá-la, falhou».

Assim começa uma declaração emitida, em 9 de dezembro, pela Casa das Américas, que lembra como, naqueles dias, «um grupo de intelectuais e políticos notáveis da América Latina, do Caribe e de outras regiões do mundo apoiou sem hesitação Cuba e seu povo diante das novas agressões», e que semanas depois velhos inimigos da Revolução, e novos renegados, responderam ao fracasso assinando uma carta aberta na qual havia pouco, «se é que havia», conhecimento da realidade cubana.

O documento enfatiza a vergonha que se pode sentir quando se percebe como algumas figuras respeitáveis se unem com «caracteres não representativos» para endossar um texto no qual a verdade é manipulada e no qual, reescrevendo grosseiramente a história, prevalecem acusações e fórmulas já muito usadas, sem a menor modéstia no uso de tais expressões.

«Antes, até mesmo o adversário mais ferrenho mencionaria o bloqueio dos EUA contra Cuba, nem que fosse para dar alguma legitimidade a seus argumentos. Agora nem mesmo isso», diz, e alega que aqueles que assinam não devem se surpreender «com o pouco eco que suas palavras e intenções alcançam entre aqueles que afirmam defender».

A declaração lembra que desde que Cuba se alfabetizou há 60 anos, «milhares foram as realizações de escritores e artistas cubanos, que não surgiram do nada, mas de um apoio determinado e de uma vontade expressa de treiná-los e sustentá-los mesmo nas circunstâncias mais difíceis, o que é uma realidade esmagadora que nenhuma calúnia pode ofuscar».

A nota também aponta para a realidade cubana diante da pandemia, quando com suas próprias vacinas, e o desempenho de seus profissionais, a Ilha conseguiu deter o avanço da doença e apoiar outros países. «Nada disso foi impedido pelo brutal bloqueio ou pelos planos de desestabilização», explica.

Explica que eles também não conseguiram impedir o início das aulas, a abertura das fronteiras e as celebrações do Festival Internacional do Novo Cinema Latino-Americano e da Bienal de Havana.

«Na véspera do Dia dos Direitos Humanos, Cuba continua sendo um exemplo de ‘criação heroica’, heresia e emancipação diante do império, do dogma neoliberal e do novo fascismo», conclui a carta, e ressalta que «a pátria de José Martí e Fidel Castro, junto com seus artistas, junto com seu povo» e junto com seus amigos de Nossa América «derrotará repetidamente a investida permanente de seus inimigos».

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.