Deprecated: Methods with the same name as their class will not be constructors in a future version of PHP; Wdfb_WidgetEvents has a deprecated constructor in /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/class_wdfb_widget_events.php on line 6

Deprecated: Methods with the same name as their class will not be constructors in a future version of PHP; Wdfb_WidgetLikebox has a deprecated constructor in /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/class_wdfb_widget_likebox.php on line 6

Deprecated: Methods with the same name as their class will not be constructors in a future version of PHP; Wdfb_WidgetRecentComments has a deprecated constructor in /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/class_wdfb_widget_recent_comments.php on line 6

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/class_wdfb_widget_events.php:6) in /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/external/facebook.php on line 60

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/class_wdfb_widget_events.php:6) in /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/external/facebook.php on line 60
Direita versus direita, judiciário e polícia a serviço dos golpistas - Diário Causa Operária Online

Direita versus direita, judiciário e polícia a serviço dos golpistas

Compartilhar:
Direita versus direita, judiciário e polícia a serviço dos golpistas

A ofensiva dos donos do golpe avança contra setores da própria burguesia, tendo como alvo setores da própria direita.

Esta semana, dois pemedebistas foram alvo de operações da Polícia Federal, Jorge Picciani (PMDB-RJ) foi conduzido coercitivamente pela Polícia Federal para prestar depoimento enquanto que no Mato Grosso do Sul a justiça mandou prender o ex-governador André Puccinelli (PMDB).

No caso do ex-governador do Mato grosso do Sul, André Puccinelli, a prisão foi efetuada após a delação do pecuarista Ivanildo da Cunha Miranda.

Em nota, a PF informou que esta nova fase da investigação decorre da análise dos materiais apreendidos em fases anteriores, cotejados com fiscalizações, exames periciais e diligências investigativas e, ainda, “corroborados por depoimentos de colaboradores”, os quais participaram do esquema delituoso.

A prisão de André Puccinelli ocorreu durante a quinta fase da “Operação Lama Asfáltica” deflagrada pela Polícia Federal, nesta terça-feira, quando foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva, dois mandados de prisão temporária, seis mandados de condução coercitiva, 24 mandados de busca e apreensão, além do sequestro de valores nas contas bancárias de pessoas físicas e empresas investigadas. As medidas estão sendo cumpridas em Campo Grande/MS, Nioaque/MS, Aquidauana/MS e São Paulo/SP, com a participação de mais de 300 Policiais Federais, servidores da CGU e servidores da Receita Federal.

Segundo a Polícia Federal “a investigação tem como objetivo desbaratar um esquema que desviou recursos públicos por meio do direcionamento de licitações públicas, superfaturamento de obras públicas, aquisição fictícia ou ilícita de produtos, financiamento de atividades privadas sem relação com a atividade-fim de empresas estatais, concessão de créditos tributários com vistas ao recebimento de propina e corrupção de agentes públicos”.

Estas ações demonstram a luta ofensiva entre setores da direita mais ligada ao imperialismo, na tentativa de modificar o regime político e garantir os interesses golpistas. As ações da Polícia Federal não são contra a corrupção como a imprensa burguesa tenta vender aos incautos, mas uma forma dos golpistas usarem o Judiciário e a PF para garantir os interesses e o aprofundamento do golpe.

artigo Anterior

Golpe militar agora tem que ser diferente de 1964, aponta general

Próximo artigo

Cresce o número de doenças de trabalho na categoria bancária

Leia mais

Deixe uma resposta