“Timão” com a mão na taça. Corinthians vence na rodada e ainda conta com a ajuda dos concorrentes

Compartilhar:
"Timão" com a mão na taça. Corinthians vence na rodada e ainda conta com a ajuda dos concorrentes

O líder Corinthians pode sagrar-se, pela sétima vez, campeão brasileiro de futebol da temporada 2017. Se vencer o jogo desta próxima quarta-feira contra o Fluminense, em sua casa, independentemente de qualquer outro resultado dos adversários concorrentes, o alvinegro paulista poderá dar a volta olímpica em seu estádio, diante de sua numerosa e apaixonada torcida, ainda faltando 3 rodadas para o término do campeonato. Mesmo que não vença a partida desta trigésima quarta rodada, o “Coringão” ainda assim poderá ser declarado campeão, havendo tropeços dos times que ainda lutam para alcançar o líder.

Jogando em casa, na abertura da rodada, o “Timão” foi econômico no placar contra o desesperado  Avaí – que está na zona da degola – e fez apenas o suficiente para somar mais 3 pontos e voltar a abrir uma larga vantagem sobre o segundo colocado, o Grêmio. O gol corintiano foi marcado por Kasim, escorando, com o peito, um cruzamento vindo do lado esquerdo. Foi a terceira vitória consecutiva do virtual campeão, depois de alguns tropeços no início do returno.

Ainda no sábado, o Botafogo foi derrotado pelo Atlético-PR e esse resultado deixa o time carioca ainda sem a vaga garantida na Libertadores. A torcida alvinegra protestou contra a campanha de altos e baixos do time, principalmente no returno, embora o time tenha realizado, no cômputo geral, um campeonato bastante regular. O triunfo deixou o time paranaense na décima segunda posição, com 45 pontos, livrando o “Furacão” da zona da degola.

Outro importante confronto se deu entre o Vasco e o São Paulo. Os dois times lutam para entrar na zona de classificação para a Libertadores. O São Paulo abriu o marcador, mas permitiu o empate do time carioca. O resultado não foi bom para as pretensões de nenhum dos dois, embora ainda haja a chance de ir à competição continental para ambos.

Quem vacilou em casa e se distanciou da luta pelo título – agora parece que em definitivo –  foi o Grêmio. O time levou seu confronto contra o Vitória-BA para a serra gaúcha (Caxias do Sul) e não foi além de um empate, depois de sair perdendo para o time baiano. O empate deixou os gremistas com 58 pontos, 10 a menos que o líder Corinthians e praticamente sepultou as chances do “tricolor dos pampas”. Para o Vitória-BA, o empate o manteve como primeiro fora da zona da degola, na décima sexta posição, com 39 pontos.

Outro time baiano que também empatou na rodada foi o Bahia, que jogou em casa contra o Atlético Mineiro. Os baianos levaram o primeiro gol, mas reagiram e chegaram a virar a partida, fazendo 2 x 1. No entanto, os mineiros tinham em campo o veterano Robinho, que marcou duas vezes, empatou a partida em 2 x 2 e mostrou porque vem sendo escalado como titular pelo técnico Osvaldo de Oliveira. O resultado manteve o Atlético na zona intermediária da tabela, com 46 pontos, na décima posição. Para o Bahia, o empate também o manteve com a mesma pontuação do adversário (46 pontos), uma posição acima do “Galo”.

No clássico da rodada, Palmeiras e Flamengo se confrontaram no território do “Verdão” e o time paulista não precisou de maiores esforços para derrotar o time da Gávea. O placar de 2 x 0  mostrou que o Flamengo é uma equipe que ao longo do campeonato não conseguiu se firmar com a regularidade necessária para almejar as melhores posições na tabela. A defesa ainda apresenta muitas falhas e inseguranças, particularmente com o zagueiro Rafael Vaz. Pelo lado palmeirense, o destaque ficou novamente por conta do atacante Keno e também do execrado Deyverson, que vinha sendo hostilizado pela torcida, mas deixou sua marca assinalando os dois gols do time da casa. Mesmo com a vitória, o Palmeiras não mais conseguirá alcançar o rival Corinthians. A luta do “Verdão” agora passa a ser por assegurar uma vaga direita na Libertadores, o que parece já estar garantida com os 57 pontos alcançados e o terceiro lugar na tabela. O Flamengo, com mais uma derrota como visitante, luta para firmar-se entre o grupo de equipes que lutam para assegurar vaga na competição continental. O time está na sétima colocação e ainda não tem a vaga assegurada.

Quem mais uma vez decepcionou e voltou a perder depois de sair ganhando, foi o Fluminense. Já virou rotina nessa campeonato o time sair na frente e levar a virada. Desta vez foi o Cruzeiro que, jogando em casa, saiu em desvantagem, mas logo se impôs e virou a partida, se valendo das infantilidades e da desatenção da defesa tricolor. O resultado final foi 3 x 1 para o time de Minas. O tricolor carioca até chegou a criar oportunidades, mas os atacantes tricolores finalizavam muito mal, principalmente Gustavo Scarpa, que teve pelo menos duas boas chances de mudar o panorama da partida e errou grotescamente. O Fluminense ainda luta para escapar de vez da zona da degola, pois ainda não se livrou do incômodo fantasma. O Cruzeiro está navegando em águas tranquilas, pois já tem a vaga assegurada na Libertadores 2018, com a conquista da Copa do Brasil.

No duelo de náufragos, Atlético-GO x Sport Recife jogaram na capital goiana. Os dois rubro-negros estão na zona da degola, mas aos pernambucanos ainda resta alguma esperança. O “Dragão”, no entanto, não facilitou as coisas para o “Leão” e fez 2 x 0, indo aos 30 pontos, mas mantendo a lanterna, como último colocado. Ao Sport, a vitória era a única opção para manter acesa a chama da luta contra o rebaixamento. A derrota deixou o time nordestino na zona da degola, com 36 pontos, na décima sétima posição, junto a outro degolado, a Ponte Preta.

Quem perdeu a oportunidade de se descolar do pelotão da degola foi o Coritiba, que jogou em casa contra outro concorrente do Z4 e não foi além de um empate depois de sair perdendo. O empate em 1 x 1 com a Ponte Preta ainda deixa o “Coxa” em delicada situação na tabela. O alviverde da capital paranaense, ao empatar com a “Macaca”, ainda terá que lutar nas próximas rodadas para livrar de vez o espectro da segundona, que insiste em rondar o tradicional time do Paraná. À Ponte Preta, resta lutar, pois não há outra alternativa se quiser permanecer na elite do futebol brasileiro em 2018. A situação do time de Campinas é muito delicada, embora ainda, matematicamente, haja chances para se livrar da temida Série B.

A rodada se completou nesta na segunda feira com o confronto entre Chapecoense x Santos, em Chapecó, na Arena Condá. Até o fechamento desta edição o jogo ainda não tinha acabado.

 

artigo Anterior

Fascista tenta intimidar mutirões contra o golpe

Próximo artigo

Mobilizar contra os ataques da bancada golpista da bíblia aos direitos das mulheres

Leia mais

Deixe uma resposta