Denúncia: senhor de 60 anos morre em hospital público por falta de atendimento

Compartilhar:
Denúncia dos servidores

O Diário Causa Operária Online (DCO) recebeu uma carta de denúncia de um leitor descrevendo a morte de um paciente em hospital municipal de São Paulo. Faça também a sua denúncia! Entre em contato com o Diário Causa Operária Online.  A carta segue abaixo.

 

Boa noite, estou enviando essa para ao menos mostrar nossa revolta como familiar e
paciente.

Dia 6, durante a madrugada, o senhor Odair Leal dos Santos, de 60 anos, deu entrada com a pressão alta no hospital municipal de São Paulo Tide Setúbal, localizado na região de São Miguel. Ele estava se queixando de dor no braço e que tinha pressão alta. Os funcionários do hospital foram orientados a encaminhá-lo para a triagem. Foi detectada a pressão alta do senhor Odair, mas mesmo assim ele não foi medicado e ainda foi encaminhado para o AMA. Lá ele ficou por muito tempo na cadeira de espera e depois foi colocado em uma maca, até então sem atendimento médico. Pela manhã foi informado no hospital, por um médico, que ele tinha entrado em óbito. Segundo os médicos ele teria infartado durante a madrugada. 

Numa situação dessas eu pergunto: O que esperar de um hospital que deixa o paciente morrer sem que o médico o atenda?

Tem até engenheiro com ordem do juiz que morre nesses hospitais. O que esperamos se não somos ninguém? Aí depois colocam o médico para anunciar a morte com palavras difíceis.

 

 

artigo Anterior

14 de novembro de 1982: realizam-se as Primeiras Eleições Legislativas desde o golpe de 1964 – ditadura militar perde forças

Próximo artigo

Fascista tenta intimidar mutirões contra o golpe

Leia mais

Deixe uma resposta