Doria: o prefeito das 9000 multas por dia

Compartilhar:
Indústria da multa da prefeitura de São Paulo

Motoristas de São Paulo são vítimas da indústria de multa da gestão do golpista João Doria (PSDB), Prefeito de São Paulo. São entre seis e sete multas por hora, mais de 9000 por dia, em menos de seis dias, 53 mil multas foram aplicadas na capital de São Paulo.

Esses números são somente em quatro avenidas, a avenida 23 de Maio, avenida dos Bandeirantes (ambas na Zona Sul), avenida Jacu Pêssego (na Zona Leste) e marginal Tietê (Zona Oeste). Apesar de ser um número gigantesco, no período de janeiro a julho deste ano, nos mesmos trechos, em sete meses foram registrados 73,8 mil multas.

Tomando se por base que existem três tipos de multa, sendo a primeira de R$ 130,16, a segunda de R$ 195,23 e a terceira de R$ 880,40, utilizando-se uma média aritmética teremos R$ 369,00 por cada multa aplicada.

Considerando-se um mês, quatro semanas 24 dias, uma vez que o registro realizado pela Companhia de Engenharia e Tráfego (CET) foi considerado aproximadamente 6 dias, teremos um confisco dos motoristas de R$ 13.284.000,00, o Governo do golpista do (PSDB) João Doria Jr, em um ano, só de multa poderá receber para os cofres da prefeitura, nada mais, nada menos que R$ 159.408.000,00.

Esse valor deverá ser muito maior, uma vez que só quatro avenidas estão incluídas no montante das 9000 multas semanais.

No entanto o suposto gestor que deixa a cidade um caos, as ruas, todas, sem nenhuma exceção esburacadas, as crianças sem creches, além de entregar a cidade de São Paulo para os grandes empresários internacionais, responsável por impor aos estudantes merenda vencida, o prefeito amplamente rejeitado tem que ser parado pela mobilização popular que deve expulsá-lo da Prefeitura. Para o bem de todos e para o bem de São Paulo. Fora Doria!!!

artigo Anterior

Até por morte de cachorro direita investiga Dilma

Próximo artigo

Ciro Gomes diz que tem um lado do PSDB que não é bandido

Leia mais

Deixe uma resposta