Amazon Log – Ação militar disfarçada de “ajuda humanitária”

Compartilhar:
Amazon Log - Ação militar disfarçada de “ajuda humanitária”

Militares de 50 países, boa parte deles de países imperialistas com interesses na Amazônia, chegaram à cidade de Tabatinga (AM) para montar uma base militar de emergência, e também com a proposta de oferecer atendimento de saúde a população da tríplice fronteira. Consultas, exames e entrega de remédios estão sendo realizadas por toda a cidade.

Campanha Financeira 3

Na quarta-feira (08) o atendimento “humanitário” se concentrou na aldeia dos índios Ticuna, Umariaçu II. A ação humanitária promovida por militares brasileiros e colombianos restringe-se a corte de cabelo, auxílio odontológico e distribuir balas para as crianças da comunidade. A “mão amiga” do exército significa o oferecimento, por apenas um dia, de direitos básicos à população indígena.

Este exercício militar disfarçado de “ajuda humanitária” nada mais é que a militarização estrangeira na região. Essa iniciativa entreguista é liderada pelo Comando de Logística do Exército Brasileiro e está inspirada no exercício logístico militar realizado pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).

Amazon log é a versão latino americana da OTAN, chegam na região com a desculpa de combater o narcotráfico e a migração ilegal, mas o que querem na verdade é estabelecer uma base permanente dos EUA na Amazônia Brasileira. O Amazon log também é uma ótima oportunidade para o alto comando militar brasileiro conversar sobre nossa soberania e os próximos passos do golpe com os norte-americanos.

Nesse cenário só nos resta a mobilização e organização contra o golpe. A única forma de prevenir esse ataque aos direitos democráticos é promover uma ampla mobilização popular e a luta para o restabelecimento do governo que foi derrubado. Ou se derrota os golpistas ou a situação vai se deteriorar.

artigo Anterior

Golpe militar tem programa: fazer contra o povo o que Temer não conseguiu

Próximo artigo

A hipocrisia de Flávio Dino e do PC do B

Leia mais

Deixe uma resposta