Até secretária de Temer pede veto à mudança na lei Maria da Penha

Compartilhar:
Até secretária de Temer pede veto à mudança na lei Maria da Penha

No dia 10 de outubro deste ano, os golpistas do Senado Federal aprovaram o Projeto de Lei 07/2016, que altera a Lei Maria da Penha. O Projeto de Lei foi assinado pelo senador golpista, Aloysio Nunes (PSDB) e propõe acrescentar três artigos à lei 11.340 (Maria da Penha), entre o mais polêmico dos artigos que está recebendo críticas de entidades dos direitos humanos é o fato de o atendimento policial tornar-se um direito para a mulher que foi vítima de agressão.

Campanha Financeira 3

Uma das pessoas de direitos humanos que é contra essa mudança na lei é a própria secretária do golpista Temer, Flávia Piovesan. Ela pede que o presidente vete a PL. Segundo ela: “nossa polícia não está devidamente capacitada para lidar com especificidades da violência contra mulher, que é baseada no gênero.” A secretária também fala que a mudança representa um “retrocesso aos direitos das mulheres”

O fato de uma pessoa que pertence ao próprio governo golpista ser contra um Projeto de Lei feita por ele mesmo, mostra que a direita está na ofensiva apesar da esquerda pequeno burguesa que vive no mundo da lua dizer o contrário.

A mudança na lei Maria da Penha junto com outros ataques às mulheres como a proibição de qualquer tipo de aborto devem ser combatidas com uma mobilização contra o golpe e pela anulação do impeachment de Dilma Rousseff em defesa dos direitos democráticos.

*Enquanto ia ao ar essa matéria, Flávia Piovesan era exonerada de seu cargo pelo ministro da casa Civil, Eliseu Padilha. Quanta coincidência…

artigo Anterior

Aumento da violência contra a mulher: uma consequência do golpe

Próximo artigo

Pesquisa: para burguesia contra Lula, até Ciro

Leia mais

Deixe uma resposta