Sobre o atentado nos EUA e o armamento

Compartilhar:

O último atentado ocorrido em Las Vegas faz parte de um dos muitos casos em que alguém perde a cabeça e comete este crime nos EUA, as pressões as quais os indivíduos são submetidos naquela sociedade resultam em atentados terroristas desta natureza. Para não assumir este problema, a direita, que quer impedir a legítima reação dos oprimidos, faz demagogia com o caso para cassar mais esta liberdade.

O porte de armas é um direito nos EUA, enquanto no Brasil não é. Apesar disto, os fascistas, grupos para-militares, grupos de extermínio e criminosos estão armados em ambos os países. Isso ocorre, pois os fascistas e demais membros citados não pedirão permissão para portar armas, em suas atividades farão uso dela. Desta forma, o desarmamento é ineficiente e irreal.

No Brasil, não é o direito ao porte de armas que impossibilita ataques terroristas, pois ter acesso a uma arma ilegal é fácil no país, além de um atentado poder ser feito sem uma arma de fogo. Ninguém poderia barrar um ataque terrorista que se utilize de um caminhão, tão fatal e brutal quanto um que use armas de fogo. Logo, a ideologia do desarmamento se apega aos fatos marcantes para justificar a restrição das armas, mas isso é puro discurso, pois sua possibilidade de construir um mundo sem armas é irreal.

Entenda sobre o desarmamento em:

Apoie a imprensa operária e faça a Causa Operária TV ampliar sua grade de programação, com mais programas e melhor qualidade audiovisual. Temos um projeto de financiamento coletivo em:

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/abaixo-a-rede-globo-contribua-com-a-causa-operaria-tv

artigo Anterior

No duelo de tricolores, Flu leva a melhor sobre o São Paulo. Corinthians e Grêmio ficam no empate

Próximo artigo

Mobilização derrota direita e acaba com “Escola sem Partido” em Santo André

Leia mais

Deixe uma resposta