A imprensa golpista prepara o clima para uma intervenção militar

Compartilhar:

O jornal golpista Folha de S. Paulo, em sua versão online, do dia 07 de outubro, sábado, traz reportagem com pesquisa onde tenta mostrar que a população do Rio de Janeiro estaria totalmente aterrorizada, por conta da violência e do medo, que teria tomado conta da cidade.

Sem entrar no mérito dos números apurados na pesquisa realizada pelo instituto (Datafolha) que pertence ao próprio jornal golpista, o importante é destacar que os percentuais encontrados estão a serviço de uma campanha que não tem outro propósito senão criar entre a população uma situação de pânico, no sentido de favorecer uma intervenção militar.

O jornal também divulga que 72% da população estaria disposta a se mudar da cidade em virtude da violência que vem ocorrendo em função da “guerra do tráfico”. A FSP revela ainda que haveria um grande apoio da população às ações do Bope e da Polícia do Exército no combate ao tráfico nos morros e favelas da capital. Nos números, a PM do Estado aparece entre as instituições menos confiáveis para os cariocas.

A verdade é que o tráfico e o crime organizado atuam – com a devida cumplicidade e até mesmo a participação direta da PM carioca – há dezenas de anos nas comunidades pobres do Rio de Janeiro, praticando os mesmos delitos que praticam hoje. A “novidade” do momento atual fica por conta da intervenção do Exército, convocado pelo governador para “ajudar” a controlar a situação.

O que fica claro, inequivocamente, é que a  presença da força militar federal intervindo diretamente nas periferias e também nos presídios das grandes cidades é um indicador de que está em curso uma preparação para uma ação militar de maior envergadura, ou seja um golpe militar no país.

artigo Anterior

Assista a Análise Política da Semana deste sábado

Próximo artigo

Governo golpista quer extraditar Battisti

Leia mais

Deixe uma resposta