Governo golpista quer extraditar Battisti

Compartilhar:

O desembargador José Marcos Lunardelli, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), concedeu na última sexta-feira habeas corpus a Cesare Battisti, preso preventivamente nesta semana em Corumbá, MS ao tentar atravessar a fronteira com a Bolívia. Na ocasião Battisti portava cerca de R$ 23.000,00 em dólares e euros o que lhe valeu a acusação de evasão de divisas e lavagem de dinheiro. A prisão preventiva fora decretada sob o fundamento de que como refugiado ele não poderia deixar o território nacional.

A tentativa de Battisti de deixar o Brasil está ligada a movimentações dentro do governo golpista brasileiro para entregá-lo às autoridades italianas a despeito da decisão presidencial de 2010 de negar o pedido de extradição formulado pelo governo italiano. O pedido de extradição foi recentemente renovado pela Itália.

As autoridades da Itália tentaram de novo a extradição, provavelmente animadas com a ideologia esposada pelo governo golpista largamente demonstrada em foros internacionais e com o estado de exceção implantado no país cujas autoridades abertamente não mais necessitam cumprir a lei. A concessão da extradição de Battisti aumentará mais ainda o sentimento de insegurança jurídica e reforça o estado ditatorial sendo assim mais um ataque à população em geral.

artigo Anterior

A imprensa golpista prepara o clima para uma intervenção militar

Próximo artigo

Um chamado às mulheres do PT, na luta contra o golpe

Leia mais

Deixe uma resposta