Dirigentes políticos e sindicais confirmam presença no Ato do dia 11

Compartilhar:

Na medida em que se aproxima o dia 11, crescem o número de caravanas organizadas em todo o País para levar trabalhadores e jovens para o II Ato Nacional pela Anulação do Impeachment.

A mobilização faz parte da campanha em torno da Ação Popular que reivindica do STF o cancelamento do golpe de Estado que derrubou do cargo, sem qualquer crime, a presidenta Dilma Rousseff, eleita por mais de 54,5 milhões de eleitores para governar até 31 de dezembro de 2018.

Esta campanha ganhou o apoio de alguns dos mais importantes fóruns de organizações dos trabalhadores do País, destacadamente, o Congresso Nacional Extraordinário da CUT – Central Única dos Trabalhadores – realizado em agosto passado.

A revolta crescente contra o governo golpista e as ameaças de comandantes do Exército de  dar um golpe militar vem reforçando a campanha que já ganhou a adesão de mais de 100 mil pessoas em todo o País.

Refletindo o crescimento dessa campanha, cresce a mobilização para o Ato do dia 11 que deve reunir também importantes lideranças da esquerda.

Exemplos desta situação são o apoio que o ato já recebeu, entre outros, de sindicatos importantes na luta de suas categorias e contra o golpe, como a APEOESP (dos mais de 200 mil professores estaduais paulistas), o Sindicato dos Bancários de Brasília, o SINPRO-DF (dos professores, o maior sindicato da região Centro-Oeste), Sindsep-DF, Sindsep-DF (servidores federais), além de várias entidades dos petroleiros, dos correios etc.

Para o ato estão, confirmadas – até o momento – as presenças e intervenções de dirigentes políticos como Rui Costa Pimenta e Antonio Carlos Silva (da direção nacional do PCO), os deputados petistas Érika Kokay (DF), Paulo Pimenta (RS), Paulo Teixeira (SP) e Margarida Salomão (PT-MG). A direção do PT ficou de confirmar a presença de sua presidenta, senadora Gleisi Hoffmann; da mesma forma que a CUT e outras entidades nacionais.

Sindicalistas destacados como a presidenta da APEOESP, Maria Izabel Noronha; Rodrigo Britto, presidente da CUT-DF; Eduardo Araújo, presidente do Sindicato dos Bancários do DF; Expedito Mendonça, diretor do SINDSEP-DF, entre outros, também estarão presentes e falarão no evento.

Lideranças nacionais e regionais dos Comitês de Luta Contra o Golpe e pela Anulação do Impeachment como Edva Aguilar, Bel Fontana e Natalia Pimenta – de SP, Malu Ayres e Alexandre Flach – de MG, Cris Granha e Cristiane Muniz – RJ, Ana Paula e Renato Farac – da BA; Edson Dorta e Cintia Zaparoli – Campinas-SP; Lourdes Mello – do PI; Danilo Macedo, Ricardo Machado, Cleide Martins e Joaquim Rodriguez – do DF e muitos outros, estão entre os impulsionadores das caravanas e também estarão presentes no ato.

Quem ainda não se inscreveu e quer participar, precisa correr. Entre em contato com o PCO

Entre em contato com sítio da campanha pela anulação do impeachmentlutecontragolpe.com. Inscreva-se para caravanas .

Você também pode fazer contato pelo e-mail:pco.sorg@gmail.com ou pelos telefones: fixo: (11) 2276-2548 – Celulares e Whatsapp: Tim: (11) 98589-7537
Vivo: (11) 96388-6198, Claro: (11) 97077-2322; Oi: (11) 93143-4534

Você pode também contribuir com as despesas das caravanas, acessando a página com a campanha financeira e fazendo seu aporte.

artigo Anterior

Participe do Segundo Ato pela Anulação do Impeachment

Próximo artigo

Assista a Análise Política da Semana deste sábado

Leia mais

Deixe uma resposta