Eleições 2018 já começaram a ser fraudadas

Compartilhar:

Para os que, mesmo depois de tudo o que está acontecendo, ainda acham que basta esperar as eleições de 2018 para que tudo seja resolvido, assim como quem acredita que simplesmente orar para um santo milagreiro vai resolver todas as mazelas do mundo, a “reforma” política aprovada nessa quinta-feira, dia 05, foi mais uma ducha de água fria.

O Congresso Nacional aprovou a “reforma” política que, conforme o esperado, institui a ditadura no País, proscrevendo a esquerda das eleições e consequentemente do regime político.

Além disso, entre as medidas aprovadas está o aprofundamento do que já vinha acontecendo nas eleições anteriores, com a restrição da propaganda política e a eliminação, na prática, do espaço na TV e no rádio. Essa reforma, aprovada ontem, torna a eleição quase um ato secreto. Prevê até mesmo a censura à internet, ou seja, o espaço de comunicação mais democrático, mais livre, estará sujeito à censura, o que pode resultar em processos. É uma lei da mordaça em plena eleição, quando teoricamente todos deveriam falar tudo.

Essas restrições mais do que qualquer outra coisa indicam que as eleições de 2018 já começam fraudadas. Só os poderosos partidos da direita, que controlam o Judiciário, poderão falar. E essas medidas são apenas as primeiras, até lá, os golpistas vão preparar muitas maneiras de impedir que a esquerda – e estamos falando aqui principalmente do PT – vença as eleições, mesmo com mais votos. Mas diante de um golpe de Estado, quem se importa com votos?

artigo Anterior

A implacável perseguição política a Cesare Battisti

Próximo artigo

7 de outubro de 1963 – Massacre de Ipatinga: operários brasileiros são brutalmente assassinados por militares

Leia mais

Deixe uma resposta