A verdadeira face de Ciro Gomes

Compartilhar:

Ciro Gomes com seu comportamento intempestivo e exaltado, com muitas promessas e um jeito expansivo de falar, passa um ar de grande defensor do país contra os golpistas. Todo o porte de poder e firmeza que busca passar em sua postura como político são apenas um jogo de cena usado no momento que convêm.
Durante o último período, as mostras de ataque ao PT e Lula se acentuaram e nitidamente percebe-se seu posicionamento de conflito com a maior liderança política da classe operária no país. O depoimento de Palocci contra Lula recebeu uma calorosa defesa de Ciro, ao posicionar-se em favor da prisão de Lula, pois ele considera-a indefensável ao afirmar que aquela peça teatral feita por Palocci no qual atacava Lula sem dar nenhuma prova concreta era a prova cabal da corrupção de Lula.
Ao afirmar isso, Ciro Gomes se coloca do lado daqueles que perseguem Lula. Não há nenhuma prova contra Lula, mesmo assim o judiciário faz todo tipo de ataques para paralisar a ação política do Partido dos Trabalhadores e sua maior liderança. Se efetivamente Ciro estivesse preocupado com a corrupção, não atacaria Lula, que de todos os políticos que o Golpe decidiu atacar, é aquele junto a Dilma mais limpo. Condenar a corrupção como discurso político não passa de um escárnio nesse sentido.
Cai a máscara de Ciro Gomes com esta última declaração, que não passa de uma apologia ao Golpe. Ele se posicionou contra o Golpe por uma questão de conveniência política. É necessário mostrar que sua política representa uma luta pela cooptação dos setores confusos que lutam contra o golpe por meio de um palavreado agressivo e falsamente nacionalista.

Escute na Rádio Causa Operária (RCO) o trecho relativo a esta explicação em:

Entenda melhor Ciro Gomes por meio de trecho da Análise Política da Semana de 16/09/2017:

artigo Anterior

Frase

Próximo artigo

Estudante baleado vira pretexto para repressão na UFG

Leia mais

Deixe uma resposta